sábado, 7 de janeiro de 2017

Projeto Arquétipos em ação II A caixa de Pandora




Projeto Arquétipos em ação II


A caixa de Pandora


Cada pessoa que estuda a vida dos deuses tem uma perspectiva diferente. A diversidade de entendimentos possíveis é praticamente infinita. Existem as mais variadas nuances de personalidade na vida dos deuses. De todas essas vidas podemos tirar ensinamentos que nos ajudarão em nossa própria jornada.


A caixa de Pandora é uma história extremamente rica e importante para a humanidade. Em todas essas histórias temos simbolismos ocultos e é por esta razão que cada um tem uma perspectiva diferente.


Nessa história Júpiter é o personagem central como sempre. Como o deus mais poderoso não poderia deixar de acontecer isso. Sempre é muito bom ser prudente quando em contato com ele. Conta-se que Prometeu, que era um titã, fez o primeiro homem. Isso por si só seria um motivo de desavença com Júpiter, já que o homem seria uma variável incontrolável nos arredores do Olimpo. Prometeu tinha um irmão, Epimeteu, que não dava muita importância às fofocas no Olimpo. Então Júpiter mandou que Vulcano criasse uma parceira para o homem. Vulcano uniu-se a Minerva para juntos criarem a nova criatura. A criatura ficou excelente e Minerva lhe deu o nome de Pandora. Levaram-na para Júpiter conhece-la. Júpiter gostou muito de Pandora e lhe deu uma magnífica caixa para guardá-la sem nunca abrir. E despediu os dois. Epimeteu decidiu que Pandora iria morar com ele. Até aqui está tudo correndo bem...


Pandora ficava observando a caixa na dúvida sobre a ordem de Júpiter. Até que um dia sonhou que saiam coisas maravilhosas da caixa. Resolveu então abri-la. A primeira coisa que saiu foi um ser com formato de caveira, que dava gargalhadas tenebrosas. Então a caveira dissolveu-se numa nuvem de vapor e saiu para o mundo. A próxima coisa que saiu foram seres deformados com o formato de Doença. Que também saiu pela janela. E assim foram aparecendo a Inveja, a Gula, a Avareza, a Arrogância, a Crueldade, o Egoísmo, etc. Pandora no desespero conseguiu fechar a caixa, mas ainda havia um ser lá dentro: a Esperança. E isto foi que Pandora levou de presente aos homens.


Júpiter bem que tinha avisado para que a caixa nunca fosse aberta, mas...


O que é a Caixa de Pandora? É o Inconsciente. Para trabalhar os conteúdos inconscientes é preciso extremo cuidado. O lado Sombra está bem oculto lá. E todos os seus companheiros acima. Uma abordagem direta de abrir a caixa é uma temeridade. Isso precisa ser feito com muita paciência, imensa paciência. Já sabemos que não pode abrir a caixa. Então o que pode ser feito? Deve-se transformar o conteúdo da caixa emanando Amor para seu conteúdo sem abrir a caixa. A curiosidade é uma tentação tremenda, mas devemos ter paciência e nos abster de olhar dentro. Tem horas que a ignorância é uma benção. Deixando a caixa guardada a sete chaves e enviando amor para seu interior os seres seriam transformados lentamente com o passar do tempo. Esse tempo leva tempo... Júpiter como um imortal podia esperar o tempo que fosse. O problema era da criatura. 


A essência dos seres da caixa poderia ser transmutada? Poderia. Eles estavam presos e não poderiam fazer nada a não ser receber uma onda de transformação, que passaria pelas paredes da caixa e atingiria o mais profundo nível de entendimento dos seres. É impossível resistir indefinidamente a essa transformação e nunca haveria necessidade de abrir a caixa. Todos os seres horrendos seriam transformados e só a Esperança continua intacta. Sem abrir a caixa dos horrores não haveria necessidade da Esperança ser dada aos homens. Mas, Pandora não tinha outra alternativa depois do que tinha feito e visto sair. Depois disto os arredores do Olimpo nunca mais foi o mesmo...


Na nossa vida temos de ter o mesmo cuidado que Pandora deveria ter tido. Não há necessidade de abrir a caixa. A transformação pode ser feita pelo Amor. Na verdade, somente o Amor pode transformar tudo. Todos nós nascemos com uma Caixa de Pandora. Júpiter deu a caixa para a criatura levar para a humanidade. Isso é inevitável. Se a caixa for transmutada com Amor nada do que está dentro escapará para a realidade e o resultado será prosperidade infinita, alegria transbordante, saúde perfeita e tudo o mais de perfeição será a consequência. 


A história não conta, mas haviam muitos seres que também escaparam. A Ansiedade, o Desespero, a Pressa, a Insatisfação Eterna, o Ciúmes, a Intriga, a Calúnia e muitos outros. Quando forçamos qualquer coisa a ser do jeito que queremos, sem esperar o desenvolvimento natural, estamos dando livre passagem para uma das piores coisas que saíram da caixa. A caixa não precisa ser aberta para que todos os problemas sejam resolvidos. O sentimento de Amor Incondicional pode dissolver a caixa e tudo que há dentro dela.


Por isso, a Esperança foi a última coisa a sair da caixa. Porém, a Esperança pode ser vã se não houver uma forma de transformação total.


Hélio Couto
Projeto Arquétipos em Ação


Nenhum comentário:

Postar um comentário


Videos editados I


Ninguém está autorizado a editar meus vídeos e fazer montagens, cortes, adições ou qualquer outra manipulação com as imagens das palestras.

Somente com autorização por escrito alguém pode usar minhas imagens.

Isso já foi dito na palestra passada e já postei sobre isso.

Quem está fazendo isso está prejudicando o trabalho.

Existe uma estratégia de divulgação feita por mim e que está sendo seguida à risca.

Todos os vídeos editados por outras pessoas devem ser tirados de qualquer mídia em que estiverem.

Postagens populares

Marcadores