quarta-feira, 4 de janeiro de 2017

Filosofia do Soltar III




Filosofia do Soltar III


Sören Kierkegaard, “Tratado de la desesperación”: “El hombre es una sínteses de infinito y finito, de temporal y eterno, de libertad y necesidad, em resumen una sínteses es la relación de dos términos. Desde este punto de vista el yo todavia no existe”.


Para que se alcance a felicidade e nunca se chegue na desesperação é imperativo soltar tudo que impeça a felicidade. Quando o ego impõe seus interesses particulares as coisas ficam difíceis e complicadas. E tudo parece impossível de ter solução. Toda a complexidade dos problemas é decorrente da não aceitação da simplicidade da fórmula da felicidade. 


A força da mente de uma pessoa focada é tremenda. Sua capacidade de realização é gigantesca tanto para o bem quanto para o mal. Quando essa energia é focada na destruição através de um ego que só quer conquistar e destruir civilizações chega-se na beira do precipício total muitas vezes. Inúmeras vezes a humanidade escapou por um triz da barbárie absoluta.


A questão aqui é que o oposto também é verdadeiro. O soltar pode conduzir à felicidade coletiva em pouco tempo. Desde que se comece a soltar e a olhar o objetivo final com olhos de ver.


Estes filósofos enxergaram o dilema do soltar ou não soltar. Escreveram de acordo com o conhecimento, visão de mundo e personalidade que tinham. A relação entre os termos citados acima implica numa relação da Centelha Divina consigo mesma e é por isso que o ego não existe. O ego é apenas uma capa de individualidade que “cobre” a Centelha para que esta possa experienciar novas situações. E a forma perfeita de fazer essa experiência é soltar o ego e deixar a Centelha assumir. Caso o objetivo seja ser feliz não há outra opção que não seja soltar.

Hélio Couto
www.filosofiadosoltar.com.br


Nenhum comentário:

Postar um comentário


Videos editados I


Ninguém está autorizado a editar meus vídeos e fazer montagens, cortes, adições ou qualquer outra manipulação com as imagens das palestras.

Somente com autorização por escrito alguém pode usar minhas imagens.

Isso já foi dito na palestra passada e já postei sobre isso.

Quem está fazendo isso está prejudicando o trabalho.

Existe uma estratégia de divulgação feita por mim e que está sendo seguida à risca.

Todos os vídeos editados por outras pessoas devem ser tirados de qualquer mídia em que estiverem.

Postagens populares

Marcadores