terça-feira, 13 de setembro de 2016

Intuição I



Intuição I


Qual a diferença entre ego, intuição e racionalização?

Uma pessoa pensa em comprar um carro. Está pensando num modelo x, ano tal, etc. Pede uma opinião ao amigo. O amigo que tem 110% de intuição pondera que aquela não é a melhor escolha. A pessoa esbraveja dizendo que está certa e fez a melhor escolha! Este é um exemplo perfeito do que é ego e intuição. Quase sempre quando se tenta explicar que a opção melhor é outra, a pessoa cai numa resistência feroz. Isso é puro ego. Intuição é um sentimento sutil, mas que dá para perceber claramente. Quando estamos numa estrada dirigindo sabemos segundos antes o que o motorista da frente fará. Essa informação chega até nós com 2 a 3 segundos de antecedência. Quando olhamos uma pintura falsificada sentimos uma coisa desconfortável mostrando que algo está errado. Os experts levarão meses fazendo testes para descobrir o que sentimos em segundos. O ego tenta racionalizar as escolhas que faz criando inúmeros argumentos racionais para justificar a escolha. Fica uma coisa forçada e antinatural. Quando damos uma orientação sobre um negócio ou para a solução de algo geralmente encontramos resistência e somente 4 anos depois é que a pessoa decide fazer o que indicamos. Isso depois de muitas perdas e sofrimentos.

A intuição emerge do Vácuo Quântico para a consciência através dos micro túbulos das sinapses. É uma informação sutil que precisa de silêncio interior para ser ouvida. Essa capacidade pode ser aumentada para que possamos usufruir dos conselhos do Todo. Considerar sempre que a intenção da pessoa pode paralisar o fluxo da informação da intuição. 

Outro dia li uma frase num artigo em que a pessoa dizia: “O homem vive de pão e não da palavra de Deus”. Isso explica exatamente a situação em que a humanidade está com todos os problemas que tem. A intuição é a palavra de Deus. O Todo tentando ajudar e orientar. Quando uma pessoa lê uma frase assim pode pensar que Deus não existe, que morreu, ou sumiu, ou não escuta, etc. A verdade é exatamente o contrário. O Todo está presente em tudo o tempo todo. O Todo orienta a todos desde um quark até um aglomerado de galáxias. Não cresce um fio de cabelo sem que o Todo permita ou queira. Nenhum elétron se move sem que o Todo esteja emanando, sabendo, permitindo, orientando. Todas as amebas dependem do Todo para viver. Nenhum macaco pula de árvore sem que o Todo cuide dele. E assim por diante. Nada acontece sem que o Todo permita. E o livre arbítrio também é uma permissão do Todo. E as consequências do livre arbítrio são previstas e são permitidas que aconteçam para o aprendizado do ser, seja ele uma ameba, um ser negativo, um anjo, etc. Nada está ao acaso. Tudo é possível, mas dentro da vontade do Todo que fez tudo perfeito pensando na felicidade dos seres emanados. 

Então como pode existir um mundo assim? Pode existir porque os seres são livres para escolherem o que fazem. Nunca falta intuição para mostrar o melhor caminho. Cada um escolhe. E colhe.

Nenhum comentário:

Postar um comentário


Videos editados I


Ninguém está autorizado a editar meus vídeos e fazer montagens, cortes, adições ou qualquer outra manipulação com as imagens das palestras.

Somente com autorização por escrito alguém pode usar minhas imagens.

Isso já foi dito na palestra passada e já postei sobre isso.

Quem está fazendo isso está prejudicando o trabalho.

Existe uma estratégia de divulgação feita por mim e que está sendo seguida à risca.

Todos os vídeos editados por outras pessoas devem ser tirados de qualquer mídia em que estiverem.

Postagens populares

Marcadores