quarta-feira, 27 de julho de 2016

Prosperidade e Alquimia XIV





Prosperidade e Alquimia XIV

Coniunctio

Um dia depois de todos os demais procedimentos alquímicos chega a acontecer a Coniunctio. O Dois se torna Um. A águia se liberta do seu invólucro e voa. Agora o ser pode ser físico e espiritual ao mesmo tempo. Pode usar a forma que lhe aprouver. Pode viver em todas as dimensões e trafegar entre elas. Pode ser sólido e sutil quando quiser. Voltou para casa.

Na prática podemos ter fases de Coniunctio dependendo de quanto cada parte soltou tudo o mais. A descrição acima é da última fase da Coniunctio. Quando a união é perfeita. Em física se fala de entrar em fase. O que seria uma interferência construtiva. As duas ondas se somam. Os dois instrumentos precisam estar perfeitamente afinados para uma Coniunctio perfeita. O espírito quer unir-se ao Todo. Para que isso possa acontecer ele terá de passar por todos os procedimentos alquímicos com perfeição. Então estará pronto para a unificação. A carapaça do ego será deixada para trás e o espírito poderá voar.

Quando uma Coniunctio é feita sem estar totalmente preparada, haverá de ter Mortificatio para purificar completamente o ser. Todos os procedimentos estão inter-relacionados. O ser que almeja a unificação com o Todo deve estar disposto a entregar-se completamente aos procedimentos alquímicos. E ter seu ego completamente transformado para poder entrar em fase com o Todo. A Coniunctio inevitavelmente leva à Mortificatio do ego. É preciso muita meditação sobre este aspecto. A Centelha só pode assumir se não houver mais nada que impeça sua ação. 

Quando a Coniunctio é perfeita surgirá a Pedra Filosofal. Esta Pedra tem o poder de transformar todos os elementos. Nada pode ficar imune à sua ação, tal o poder da sua frequência vibratória. Todos os elementos que se aproximam da Pedra passam pelos procedimentos alquímicos seguidamente alcançando níveis de pureza cada vez maiores. Quando este trabalho termina não há mais opostos. Todos foram unificados e integrados. Este empreendimento é totalmente espiritual. O Self é a Pedra Filosofal. O sinal de que isso aconteceu é a presença de flores em todo o entorno, seja físico ou espiritual. Ou a percepção do aroma das flores. O sentimento que mostra a existência da Coniunctio é o Amor. O Amor é a emanação da Pedra Filosofal. 

A questão fundamental da qual não se tem como fugir é que estamos contidos dentro da Pedra Filosofal. Só podemos fazer uma escolha: unirmo-nos ou resistirmos. Caso escolhamos a união acrescentaremos mais consciência mutuamente em todos os sentidos e aspectos do Self.

Hélio Couto
www.alquimiaconsciencial.com.br




Nenhum comentário:

Postar um comentário


Videos editados I


Ninguém está autorizado a editar meus vídeos e fazer montagens, cortes, adições ou qualquer outra manipulação com as imagens das palestras.

Somente com autorização por escrito alguém pode usar minhas imagens.

Isso já foi dito na palestra passada e já postei sobre isso.

Quem está fazendo isso está prejudicando o trabalho.

Existe uma estratégia de divulgação feita por mim e que está sendo seguida à risca.

Todos os vídeos editados por outras pessoas devem ser tirados de qualquer mídia em que estiverem.

Postagens populares

Marcadores