sexta-feira, 20 de maio de 2016

Prosperidade e Alquimia V



Prosperidade e Alquimia V

O conhecimento da Alquimia em termos psicológicos pode ser passado sem problema algum porque somente quem também tem a experiência psicológica é que entenderá o que está explicado. Somente sentindo é que se entenderá o alcance deste conhecimento. Desta forma ele continua cifrado como sempre foi. Hoje qualquer pessoa pode estudar química e isso deixou de ser o oculto. Quanto aos aspectos arquetípicos da Alquimia ela continua o que sempre foi, detentora do segredo da Individuação.

A Alquimia tem tanta importância que só deve ser estudada por quem está interessado na Individuação. O direcionamento do estudioso deve ser o Arquétipo Divino e nunca obter conhecimento para o próprio ego. Isto é fundamental e nunca será demais repetir isso. Mesmo que a pessoa não perceba essa questão ela perceberá ao longo dos estudos que haverá uma transformação interior em direção à Individuação ou caso contrário abandonará os estudos. É preciso que haja o objetivo principal e fundamental de conseguir a Individuação. Quanto mais avançarmos mais perceberemos que estamos expandindo nossa consciência de forma exponencial em direção ao Arquétipo Divino.

Toda pessoa que está na busca da Individuação é solitária. É um trabalho individual e solitário. Não é possível fazer isso em grupo. A mudança é interior e ultrapassará todo o paradigma vigente em qualquer época em que seja estudada. Este estudo nunca será ultrapassado. Sempre será atual seja em que planeta do universo estivermos ou em qualquer dimensão da realidade. Esta é a beleza deste conhecimento. É infinito. Podemos expandir nossa consciência indefinidamente. Todo estudioso da Individuação deve estar preparado para ser incompreendido pelos demais. É inevitável que a sua frequência pessoal seja elevada criando uma distância com os demais. E aqui entra a paciência e a compaixão divina na vida do estudioso. Outra questão é que possuir este conhecimento não deve ser motivo de orgulho e inflação do ego. Quanto mais sabemos mais humildes devemos ser. Esse é o resultado que mostra que a pessoa entendeu e sente o que é a Alquimia.

A Opus alquímica promove a expansão da consciência ininterruptamente e deve ser realizada por seres que já atingiram a evolução de um ego individual. É o ego que atingirá a Individuação. Quando se fala que a mente cria a realidade é pura alquimia o que se está falando. A realidade mudará em função da expansão da consciência pelo trabalho alquímico. Isto quando o ego deixa acontecer. É por esta razão que o estudioso precisa ter o único objetivo da Individuação. Caso contrário o ego recusará toda expansão alquímica. O resultado final da Individuação será a Pedra Filosofal. 

Era impossível milênios atrás os filósofos entenderem o que é realmente a prima matéria. Somente com o conhecimento da Mecânica Quântica é que se entendeu que a prima matéria é o Vácuo Quântico. É assim que os elementos são criados e podem ser transmutados. Mas, de qualquer forma foi o conhecimento adquirido através dos milênios que possibilitou chegarmos até aqui. Toda a diversidade que existe está baseada numa Unidade Primordial. Desta Energia é que surge todo o resto. Para podermos entender e sentir essa Energia é preciso sentir a Alegria do Arquétipo Divino. Pelo menos uma parte dela! 

Considerando tudo isso pode-se começar a estudar os Procedimentos Alquímicos. Caso estes Procedimentos sejam cumpridos à risca é certeza que a Individuação acontecerá. Este é um trabalho sagrado. Somente com essa visão em mente é possível fazer e interiorizar os Procedimentos Alquímicos. Normalmente eles devem seguir uma determinada ordem, mas em última instância é o Arquétipo Divino que conduzirá os trabalhos. Este é um estudo sem tempo para terminar, pois a Individuação tem níveis e níveis de aprofundamento. Mas, é facilmente perceptível quando já ocorreu o primeiro nível. É preciso paciência para assimilar esse conhecimento passo a passo. O açodamento não levará a parte alguma.

O primeiro procedimento chama-se Calcinatio. A purificação pelo fogo alquímico. Este fogo arderá sem parar nos chakras preparando para a limpeza indispensável para os demais procedimentos. Este fogo da Calcinatio é o fogo que arde no amor do Arquétipo Divino. É o Amor derramado em tal quantidade e qualidade que consome tudo que não seja igual a si mesmo. É como o fogo da paixão humana, mas elevado a níveis incompreensível para os seres. O fogo da paixão humana é uma ínfima demonstração do Amor do Arquétipo Divino. Sua vibração frequêncial é praticamente infinita e todos sabemos que quanto mais alta a frequência mais energia contém e emana. Quando essa energia chega num ser ela calcina o ser. Limpa todas as impurezas da mesma forma que faz a cal. É evidente que esta calcinação é feita em doses homeopáticas e na medida em que o ser consegue assimila-la e sobreviver a ela. Em grau extremo pulverizaria o ser. Um cantor de ópera é capaz de emitir uma nota que estilhaça um cristal. Dissolve sua coesão atômica. É exatamente isso que estamos falando. A calcinação é dada como uma Graça Divina na medida em que o ser a deseja. Sem este desejo sincero e puro é impossível a calcinação obter o resultado desejado. Poderá levar milênios para se obter a Individuação sem o desejo do ser pela calcinação. 

A Individuação é algo que não pode ser conseguida apenas pelos esforços humanos. O ego por si só não consegue nem quer fazer isso. Na verdade, o ego (na maior parte dos seres) foge completamente da calcinação. Ele sabe que será transformado. Será transmutado em nova forma de ser. Para evitar essa reação de resistência extrema é que a calcinação é lenta e gradativa. Sem que a pessoa perceba inicialmente ela vai se transformando e sentindo cada vez mais Amor Incondicional. Seus chakras vão sendo alterados para serem um canal perfeito do Arquétipo Divino.

Muitos sentimentos, comportamentos, reações, insights acompanham o procedimento da calcinação. Eles serão analisados no decorrer desta análise. 

O primeiro passo é o ser dar seu consentimento para que a calcinação seja mais veloz na medida das suas forças. Feito isso é preciso humildade, perseverança e aceitação. O fogo da calcinação deve consumir tudo que é negativo. Nunca se deve reclamar dos efeitos da calcinação. Devemos deixar o fogo nos consumir da mesma forma que o fogo da paixão humana consome quem o tem. Basta pensar que quem amamos desta forma também é consumido no nosso fogo. É o mesmo procedimento. Derrama amor em alguém e vê o resultado! A pessoa se transformará através do nosso amor pessoal! É a mesma coisa com o Arquétipo Divino! Ele derrama seu Amor sobre quem o deseja intensamente. Desta forma não sofremos por amor. Nos transformamos em Amor.

Hélio Couto
www.alquimiaconsciencial.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário


Videos editados I


Ninguém está autorizado a editar meus vídeos e fazer montagens, cortes, adições ou qualquer outra manipulação com as imagens das palestras.

Somente com autorização por escrito alguém pode usar minhas imagens.

Isso já foi dito na palestra passada e já postei sobre isso.

Quem está fazendo isso está prejudicando o trabalho.

Existe uma estratégia de divulgação feita por mim e que está sendo seguida à risca.

Todos os vídeos editados por outras pessoas devem ser tirados de qualquer mídia em que estiverem.

Postagens populares

Marcadores