domingo, 7 de fevereiro de 2016

Décimo oitavo segredo da prosperidade



Décimo oitavo segredo da prosperidade

Ser prático e objetivo

Existe um nome para isso: pragmatismo. Esta é uma qualidade imprescindível para quem quer ser próspero em qualquer área. Por uma simples razão: perder tempo atrasa a todos. E tempo é uma coisa muito preciosa. Para não dizer como os americanos dizem, que tempo é dinheiro. O que também é uma coisa óbvia. Olhar uma situação e analisar todas as variáveis de todas as dimensões, variáveis de mercado, de capacidade de trabalho, de praticidade, de economia de recursos, de custo/benefício, etc., é fundamental para se ter sucesso rápido. Arte é uma coisa e negócios são outra.

Vejamos alguns exemplos. Um artista pintor gosta de expressar seu inconsciente nas suas pinturas. Excelente, mas e se ninguém gostar disso e ninguém comprar? O artista precisa pagar o aluguel. Forçosamente ele tem de olhar esse lado da vida. É claro que ele pode optar por não ter onde morar nem o que comer. É uma opção sua. Ele tem livre arbítrio. Mas, se ele quiser ter os recursos para viver é preciso que ele pinte algo que venda. Algo que o mercado queira. Encontrando um meio termo nisso ele poderá ganhar o seu sustento e também pintar o que gosta. Mero bom senso. 

Outro caso. Um livro deve ser editado. Está pronto para ser editorado. Em poucos dias pode estar no mercado. As pessoas precisam do conhecimento que está no livro. Não há tempo a perder. Pois bem. Começa-se a filosofar sobre qual programa de editoração está sendo usado. Se é uma versão mais nova ou não? Notem que qualquer versão serve. O tamanho da letra, se é de um tipo ou de outro, etc., tudo isso são plumas e paetês. Tudo isso é perda de tempo. É irrelevante esse tipo de detalhe. E o tempo passa. E são feitas reuniões sobre o editor! Vira uma disputa filosófica! O importante é o conteúdo do livro. O resto são detalhes.

Vejam que não há visão prática e objetiva. Fazer o que é preciso rápido e de forma correta na primeira vez. Uma vez vi numa multinacional um cartaz: faça certo da primeira vez. Isso é uma raridade.

Outro caso. Uma terapeuta está divulgando seu trabalho. Mesmo investindo em divulgação o resultado não aparece. Basta um olhar no site para ver que não passa o que significa o trabalho dela. Bastou uma mudança no site e uma alteração no Face para que os clientes começassem a aparecer. Uma simples mudança e tudo mudou. Mas, uma simples mudança que demorou demais para acontecer.

Outro caso. Que importância tem num vídeo a cor da parede de fundo? Ou se tem algo ou não tem nada? O importante é o conteúdo do que será passado. O resto é irrelevante. Está tudo limpo e perfeito. Se a parede estivesse suja, se a roupa estivesse rasgada, etc. ainda haveria o que falar, mas se tudo está ok qual o problema com esses detalhes? Ou o terno é mais importante que a mensagem? Parece que sim! Marshall McLuhan dizia que o meio é a mensagem. Em muitos aspectos pode ser que sim, mas se você precisa ganhar os meios do seu sustento é melhor ser prático e objetivo.

Outro caso. Numa guerra um tenente é designado para tomar uma ponte. Isso deve ser feito rapidamente com o mínimo de baixas. Existe a estatística de baixas normais num caso assim. Se ele tiver mais baixas que o normal sua carreira está acabada. Pois bem. Ele demora para avaliar a situação no terreno, a estratégia do inimigo, a capacidade dos seus soldados, escolhe os soldados errados para a missão, titubeia na hora de dar as ordens, etc. Resultado: um fracasso. A ponte é tomada depois de muitas baixas sem necessidade.

Ser prático e objetivo é indispensável em todas as situações. Um executivo de sucesso avalia rapidamente a situação e toma a decisão. Essa é a capacidade que diferencia um de outro. Fazer análise de perfil psicológico tem sua hora e validade, mas no mundo dos negócios a história é outra. O tempo de fazer algo é tão importante quanto fazer. Fazer na hora certa. Nem antes nem depois. E não perder tempo com detalhes irrelevantes. O importante é o resultado.

Ser prudente na preparação da ação. Como se diz: espere o melhor mas prepare-se para o pior. Sorte é estar preparado quando a oportunidade aparece. Uma cantora de ópera que fazia papel secundário teve a oportunidade da sua vida no dia em que a cantora principal não foi trabalhar. Perguntaram quem sabia a ópera. Ela sabia de cor! Isso é ser profissional. Isso é estar preparada.

Onde começa a auto sabotagem? Se tenho uma oportunidade de ouro e começo a divagar, a achar outras coisas para fazer, a procrastinar, não está claro que é auto sabotagem? A mesma coisa acontece quando uma pessoa fala que se tivesse os recursos faria grandes coisas, mudaria sua vida, etc. Basta fornecer os recursos e se vê os resultados. Raramente isso dá certo. A pessoa arrumará todo tipo de desculpas para não fazer o que tinha dito que faria. É por isso que quem faz não precisa de muitos recursos. Luta com o que tem nas mãos. Aos poucos melhorara e fará mais.

Avaliar sempre o que dá mais eficiência. O que fazer primeiro, o que fazer depois, terminar o que se faz, analisar a melhor forma de fazer, não perder tempo com atividades inúteis, etc. A capacidade de avaliar se um negócio dará certo antes de fazê-lo é importantíssimo. Evita-se gastar com tentativa e erro. Numa reforma de uma casa quanto vai de tijolo, cimento, areia, etc.? Quem já passou por isso sabe o resultado desta pergunta.

Qual a dificuldade em ser prático e objetivo? A questão aqui é que isso é uma filosofia de vida. É a visão de mundo. É a forma de viver. É a forma de ver o Grande Quadro. Ver o que é mais importante em todas as variáveis. Como obter os resultados o mais depressa possível. Economizar os recursos. Se não considero todas as dimensões da realidade e o que estou fazendo nesta vida, achando que tenho n vidas pela frente e posso perder tempo nessa ou pior, achando que só tem essa vida e ainda assim perde o tempo, é uma coisa que prejudica a si mesmo e aos demais. Existe uma infinidade de coisas a serem feitas nesse planeta para que todos tenham uma vida digna. Não há tempo a perder. O tempo urge.

Nenhum comentário:

Postar um comentário


Videos editados I


Ninguém está autorizado a editar meus vídeos e fazer montagens, cortes, adições ou qualquer outra manipulação com as imagens das palestras.

Somente com autorização por escrito alguém pode usar minhas imagens.

Isso já foi dito na palestra passada e já postei sobre isso.

Quem está fazendo isso está prejudicando o trabalho.

Existe uma estratégia de divulgação feita por mim e que está sendo seguida à risca.

Todos os vídeos editados por outras pessoas devem ser tirados de qualquer mídia em que estiverem.

Postagens populares

Marcadores