segunda-feira, 11 de janeiro de 2016

O sétimo segredo da prosperidade



O sétimo segredo da prosperidade

Criatividade

Criatividade deveria ser o item mais fácil entre os segredos da prosperidade. Pois a criatividade emerge em nosso cérebro vinda do Vácuo Quântico, através dos microtúbulos das sinapses. Basta serenar a mente para “escutar” toda a criatividade que emerge sem parar. O que é serenar a mente? É parar com a conversa interna lógica e racional. Enquanto o consciente estiver procurando soluções é impossível escutar a sutil “voz” da intuição e criatividade. Quando o consciente parar de pensar nos problemas e soluções é que podem emergir inúmeras ideias para a solução. Elas estão lá todo o tempo, mas precisamos aquietar a mente para poder “escuta-las”. Deixar a mente devanear é o que permite emergir a informação. Escutar uma música sem analisar, focar em um filme, banho de chuveiro, passear num parque, etc. Até na fila do banco é possível aquietar a mente e deixar a criatividade aparecer. Não é necessário ter um tanque de isolamento sensorial (cheio de água para se boiar, sem som e luz) para que tenhamos a inspiração. 

Muitas vezes isso acontece as três horas da manhã quando temos uma insônia criativa. Quando tudo está em silêncio é mais fácil ouvir a voz interior. Isso se o ego deixar a voz interior falar. É possível desligar o ego momentaneamente para ouvir as ideias surgindo sem parar. Mozart escutava a música inteira antes de escrever a pauta. Todas as pessoas podem ter acesso a essa fonte infinita de criatividade. As soluções “borbulham” sem parar. Inúmeras ideias com soluções para tudo que se pensar. Planos A, B, C, D.... todas à nossa disposição. As alternativas para todos os problemas surgem espontaneamente na nossa mente. Esse fluxo é contínuo e pode ser acessado o tempo todo. Basta parar e escutar.

Como saber o que devo fazer na vida? Joseph Campbell dizia que basta ir onde está a sua felicidade. O que dá alegria. Porém, é preciso explicar o que ele queria dizer com isso. Em todas as suas entrevistas é preciso analisar o que ele quer dizer. Ele está falando de um nível acima do paradigma normal. Vejamos este caso. Felicidade é a vocação da pessoa. Aquilo para o qual ela nasceu. É um sentimento genuíno no mais profundo nível da pessoa. Comprar carro, casa, apartamento, barco, avião, etc. traz momentos de satisfação. Logo queremos um carro maior, uma casa maior e assim por diante. Isso não é o que ele disse. Isso não é felicidade. O que ele diz é o sentimento de realização profunda e a alegria resultante disso. Essa alegria e felicidade é que traz a prosperidade. Sem isso não existe prosperidade contínua. Quando ele lecionava fazia entrevistas de meia-hora com cada estudante e de vez em quando via a luz brilhar em um deles. Tinha esperança de que aquele estudante deixasse a luz brilhar em sua vida. Esse momento de luz é que é a felicidade. Quando a pessoa descobre o que veio fazer aqui. O que a deixa feliz. O que faria de graça de tanto gostar daquilo. Essa é a sensação, o sentimento que produz a prosperidade.

Isso pode ser desenvolvido numa criança? Pode. Vejam este exemplo:


Mesmo se não tivemos uma educação assim podemos ir atrás da felicidade. Pense no que realmente gosta de fazer e estabeleça um plano para conseguir viver assim.

Se deixarmos a fonte da criatividade fluir em nós teremos prosperidade sem fim.

Hélio Couto
www.prosperidadeeterna.com.br




Nenhum comentário:

Postar um comentário


Videos editados I


Ninguém está autorizado a editar meus vídeos e fazer montagens, cortes, adições ou qualquer outra manipulação com as imagens das palestras.

Somente com autorização por escrito alguém pode usar minhas imagens.

Isso já foi dito na palestra passada e já postei sobre isso.

Quem está fazendo isso está prejudicando o trabalho.

Existe uma estratégia de divulgação feita por mim e que está sendo seguida à risca.

Todos os vídeos editados por outras pessoas devem ser tirados de qualquer mídia em que estiverem.

Postagens populares

Marcadores