sexta-feira, 29 de janeiro de 2016

Décimo quarto segredo da prosperidade



Décimo quarto segredo da prosperidade 

Expansão de consciência 

Suponhamos que uma pessoa vá dar um curso de um assunto em que não acredita. Pode funcionar? É claro que não. É preciso que a pessoa acredite 100% aquilo que irá transmitir. Esse 100% tem de ser do seu consciente e inconsciente. 

Uma pessoa está numa reunião de negócios e alguém lhe dirige a palavra e fala: “você receberá x reais”. Imediatamente a pessoa fala que não precisa lhe pagar, embora esteja precisando daquele dinheiro. O que aconteceu? A informação de que iria ganhar dinheiro entrou em si por dois caminhos. Um caminho foi para o subconsciente (levou 12 milissegundos) e o outro foi para o consciente (levou 24 milissegundos). Assim que a informação chegou no subconsciente a resposta automática foi “não precisa”. Essa resposta foi mais rápida que 12 milissegundos, pois a pessoa falou antes de ter consciência do que tinha feito! Não deu tempo para ela raciocinar sobre o que era melhor para si! A crença (o programa) instalado no seu subconsciente foi mais rápido. É assim que funcionam as crenças em nosso subconsciente. Sem que essas crenças sejam trocadas é impossível ter tempo de raciocinar antes de uma decisão. 

Quando um bebe tem uma necessidade e esta não é atendida o bebe entende o seguinte: quero, mas não pode. “Quero” é uma energia positiva e “não pode” é negativa. As duas energias são jogadas para o inconsciente e ficam lá como uma crença. Isso é reprimido e esquecido. Mas, está lá a crença viva em termos de energia. Isso é o que se chama um “imprint”. Está gravado no inconsciente um programa. Durante a vida daquela pessoa ele terá o dilema: “quero, mas não pode”. Isso em termos de dinheiro será visto como um desejo que consegue por um tempo, mas que depois acaba. Inúmeras coisas acontecem para que se perca do dinheiro, o negócio não dê certo, aconteçam problemas, etc. Perde-se o dinheiro e tudo volta ao “normal”. E recomeça o dilema novamente. Lembram-se do padrão de auto sabotagem? É isso: ganha, perde, ganha, perde... 

A questão da prosperidade é a mesma coisa do curso citado acima. Para dar o curso é preciso acreditar no que se dirá. Para ser próspero é preciso acreditar que se é próspero. Agora vejamos. Como pode a pessoa acreditar que é próspera se tem um programa “quero, mas não pode” em seu inconsciente? É por isso que o colapso da função de onda muitas vezes não funciona. Não se acredita 100% naquilo que se quer colapsar. E sem os 100% não há colapso. 

É preciso que a pessoa mude a crença que tem dentro de si. Isso é mudado em termos mentais e emocionais quando a pessoa acredita e sente com grande emoção que “pode”. Nesse momento ela apagou o, “mas não pode”. E agora é prospera. Toda catarse faz isso. Muda a programação anterior. Catarses também são conhecidas como rituais de morte/renascimento, como Joseph Campbell demonstrou. Todo evento com conteúdo fortemente emocional muda a programação. 

Vejamos. O tempo não é uma coisa linear que vai do passado para o futuro, como uma linha reta. O tempo é mais como uma espiral. Tudo que aconteceu, acontece e acontecerá está nesta espiral. Está acontecendo agora na espiral do tempo. Toda programação feita no passado pode ser alterada. Para isso é preciso aquietar a mente, fechar os olhos e voltar ao momento da gravação do programa ou trauma. Qualquer coisa gravada anteriormente pode ser regravada. Volta-se no momento do trauma e refaz-se a atitude em relação àquele acontecimento. Mudamos nossa atitude mental e emocional sobre aquilo. Por exemplo: se alguém nos bateu quando éramos crianças podemos voltar no momento em que isso aconteceu e mudar nossa atitude de ódio por aquela pessoa para uma atitude de compreensão e perdão. Isso tem de ser feito de forma sincera. A técnica funciona, mas é preciso ser absolutamente sincero com os sentimentos. Feito isso a reprogramação está feita e nos próximos meses sentiremos os resultados disto. As coisas mudarão em função da nossa mudança interna. Para um evento que não lembramos a origem basta a intenção de mudar a nossa reação. Acreditar que pode ser próspero. Entender que aquele “quero, mas não pode” é possível de ser mudado quando se muda a crença para “posso”. Se isso for feito com sinceridade as situações mudarão para propiciar a prosperidade que agora é aceita. 

Crenças são apenas coisas que acreditamos que são reais. Não são reais! Apenas acreditamos e quando deixamos de acreditar deixam de influir em nossas vidas. Um jovem que passa por um ritual de morte/renascimento numa tribo indígena muda quase que instantaneamente de crenças. Antes procurava a mãe para resolver os seus problemas, agora é um adulto que resolve ele mesmo. De uma forma ou de outra tem de haver uma mudança deste tipo em toda pessoa que chega na idade adulta. Caso contrário ela continuará com uma atitude de dependência. 

Outra técnica importante é a Causação Descendente. Projetamos o que queremos ser daqui a 30 anos. Fazemos um planejamento decrescente ano a ano do que temos de fazer para chegarmos naquele resultado daqui a 30 anos. Esse planejamento deve ser feito para anos, meses e semanas. Assim saberemos o que devemos fazer esta semana para que daqui a 30 anos alcancemos nossa meta. Da mesma forma que é possível mudar o passado como descrito acima é possível programar o futuro. A causa da mudança está no futuro. Não é mais o presente que molda o futuro. É o futuro que molda o presente. 

A expansão da consciência para entender e aceitar a realidade da vida é fundamental para quem quer ser próspero. O filme “A grande aposta” mostra a tremenda resistência da maioria das pessoas em aceitar a realidade. O ego faz de tudo para que a pessoa não entenda o que é absolutamente lógico e matemático. Até que a verdade se impõe por si mesma. 

Existem inúmeros programas gravados em nosso inconsciente. Pelo nosso comportamento sabemos quais são. Os fatos demonstram o que existe no inconsciente. Todos esses programas podem ser mudados com um desejo intenso de mudança. Isso normalmente acontece quando a pessoa passa por sérios problemas: doenças, falências, etc. Não é necessário sofrer para mudar. A alegria é uma emoção intensa que muda os programas. Da mesma forma que a tristeza grava programas a alegria regrava. Esses programas são uma couraça que impede a evolução da pessoa. Toda couraça pode ser dissolvida se a pessoa quiser. 

O desejo sincero de evoluir permite a mudança. Em vez de “não quero”, mudar para “quero”. Em vez de “não posso” mudar para “posso”. As opções estão sempre disponíveis para todos. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário


Videos editados I


Ninguém está autorizado a editar meus vídeos e fazer montagens, cortes, adições ou qualquer outra manipulação com as imagens das palestras.

Somente com autorização por escrito alguém pode usar minhas imagens.

Isso já foi dito na palestra passada e já postei sobre isso.

Quem está fazendo isso está prejudicando o trabalho.

Existe uma estratégia de divulgação feita por mim e que está sendo seguida à risca.

Todos os vídeos editados por outras pessoas devem ser tirados de qualquer mídia em que estiverem.

Postagens populares

Marcadores