domingo, 27 de dezembro de 2015

O que está por trás

O que está por trás


Os vulcanos são famosos pela sua lógica. Tudo no planeta é pautado pela lógica. Desde a vida particular até as questões com outros planetas. Esta lógica foi conseguida reprimindo-se as emoções. No passado foram uma espécie violenta e quase desapareceram. A solução que encontraram foi reprimir as emoções e ficar só com o mental. Essa é a razão de darem tanta importância à lógica.

A questão aqui é que lógica não é uma coisa exata. Quando se fala de lógica pensa-se em matemática e parece que se algo tem uma aparência lógica é porque deve estar certo. A questão é que lógica tem níveis. Quanto maior a capacidade de abstração da pessoa mais profunda é a lógica que ela acessa. Quem não estudou assuntos abstratos tem uma capacidade limitada de chegar à uma conclusão lógica. Quem pensa em termos abstratos consegue uma capacidade lógica maior e assim por diante. Exemplo: vamos construir uma casa. Quanto gastaremos de tijolo, cimento, cal, areia, ferro, etc.? Vamos escrever um programa de computador muito complexo, que levará horas e horas só pensando na estrutura do programa? Experimente fazer o cálculo acima e sentirá o grau de dificuldade se não houver desenvolvido um raciocínio abstrato. Vejamos o caso do bar de balada: o raciocínio do dono deveria ser lógico para ele. Se ele conseguir encher de gente no bar, mesmo com portas abertas, sem pagar para entrar, sem consumação, com música ao vivo, dará lucro. Mesmo que tenha um outro bar em frente com preços mais baratos. Mesmo que tenha de pôr mesas na calçada. Mesmo que tenha de pagar os músicos todo fim de semana. Na mente dele daria lucro. O bar fechou em dois meses. Quando teve de pagar o segundo aluguel. O dono do bar deve achar que era um raciocínio lógico. Mas, quem analisa as condições vê que a situação era muito difícil. E foi o que aconteceu.

Portanto, lógica depende de quem está pensando. Uma pessoa que dirija um planeta pensará de forma muito diferente, pois a quantidade de variáveis que tem de considerar é gigantesca. E se uma única variável ficar de fora o resultado pode ser desastroso. 

Todo ser em alguma época da vida reprime sentimentos e emoções. Exatamente como os vulcanos. Freud dizia que tudo que é reprimido passa a dominar. Os vulcanos são obcecados pela lógica e pela repressão dos sentimentos e emoções. Acontece que essa repressão cria um escudo, uma couraça, na pessoa. Um escudo no corpo emocional. Todos temos 7 corpos. Um deles é o emocional e outro é o mental. Os vulcanos ficaram praticamente com o corpo mental só. Quando uma pessoa faz isso ela “engessa” o corpo emocional. Ela não sente quase nada. Não há como entrar amor assim. Não há como sentir amor incondicional assim. O corpo emocional está traumatizado pela couraça levantada. Para que esta pessoa comece a progredir na vida é preciso que desfaça, dissolva essa couraça. Essa couraça não pode ser dissolvida com o mental, com a mudança de crenças por exemplo. O que está no corpo emocional tem de ser tratado de forma emocional. É assim que a cura emocional acontece. É por isso que a catarse é emocional. Ela afeta as emoções e sentimentos. É por esta razão que uma pessoa troca a crença e continua tendo o mesmo resultado. Porque não mudou emocionalmente e sem limpar o emocional não há forma de progredir realmente.

Para não mexer no emocional uma pessoa pode fugir de inúmeras formas. Toda fuga da realidade é uma fuga do sentir. Fuga dos sentimentos e emoções. Fuga para manter o emocional do jeito que está. Pensa-se que se mexer no emocional terá sentimentos e tendo sentimentos sofrerá. O problema é que quando se paralisa o emocional o sofrimento já está instalado. É lógico que aqui entra a zona de conforto. Sofrimento conhecido é melhor que sofrimento desconhecido. Por isso a manutenção do status quo tem tanta importância neste planeta. Por pior que se esteja ainda há resistência em mudar.

Para poder limpar o corpo emocional é preciso começar a sentir que sente. Aceitar os sentimentos. Trabalhar com eles. Integra-los e libera-los.

O que fazer enquanto se espera? O tempo de espera é um tempo precioso para se auto analisar os sentimentos, as emoções, as crenças, a vida, etc. Essa introspecção é indispensável. Olhar para dentro e procurar ter o máximo de autoconhecimento. Autoconhecimento é poder. Quanto mais a pessoa se conhece mais poder ela tem. Poder sobre si mesma e poder sobre a própria vida. Quanto mais conhecimento mais capacidade de administrar o entorno. Uma pessoa capaz de prever uma crise econômica pode tomar as decisões corretas para prevenir um mal maior. Quem não enxerga a crise vindo terá grandes perdas evidentemente. Então autoconhecimento e conhecimento é dinheiro no bolso. Quanto o dono do bar perdeu por não avaliar corretamente a situação? E isso vale tanto para um bar como para uma enorme empresa. Basta ler os jornais e ver o que acontece no mundo.

A que conclusão a pessoa chegará depois de pensar bastante sobre a própria vida? Que é preciso desfazer o escudo, a couraça. Mais cedo ou mais tarde isso terá de ser feito. A couraça provoca somatizações. A repressão inevitavelmente provoca problemas. É preciso deixar-se sentir. E o sentimento que no final virá será o amor. Porque este é o sentimento que é o universo. A base de tudo o que existe. Qualquer um que cave fundo em si mesmo chegará nele. E é disto que se foge.

O outro lado da moeda é aparentemente não reprimir nada. O que parece que não é repressão. A pessoa que não reprime nada é aquela que encontrou uma forma mais sutil ainda de reprimir. É a fuga perfeita. Dando vazão a tudo consegue-se fugir de sentir amor incondicional. E quando se foge do amor os problemas são inevitáveis.

Como sempre o caminho do meio é o melhor. Trabalhar para dissolver a couraça e sentir amor.

Soltar, dissolver a couraça, amar incondicionalmente, doar, servir, ajudar, parecem coisas que fazem com que se perca alguma coisa. Este é o pensamento dominante no planeta. Se a lógica for apenas em função da vida terrestre isso parecerá verdade. Mas, se a lógica incluir a vida nas outras dimensões a conclusão será outra. Totalmente diferente. É assim que a pessoa enxerga que soltar é ganhar, dissolver é a felicidade, amar é o único caminho, doar é ganhar, etc.

Atrás de tudo que existe está o Amor Incondicional.

Hélio Couto
www.heliocouto.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário


Videos editados I


Ninguém está autorizado a editar meus vídeos e fazer montagens, cortes, adições ou qualquer outra manipulação com as imagens das palestras.

Somente com autorização por escrito alguém pode usar minhas imagens.

Isso já foi dito na palestra passada e já postei sobre isso.

Quem está fazendo isso está prejudicando o trabalho.

Existe uma estratégia de divulgação feita por mim e que está sendo seguida à risca.

Todos os vídeos editados por outras pessoas devem ser tirados de qualquer mídia em que estiverem.

Postagens populares

Marcadores