sábado, 5 de dezembro de 2015

Generosidade



Generosidade


A maioria das pessoas tem extrema dificuldade em sentir a generosidade do Todo. Para sentir isso é preciso pelo menos uma experiência disto. Sentir na própria pele a generosidade do Todo.

A questão aqui é como sentir isso pela primeira vez. O Todo já está fazendo tudo por todos. Ele depende do livre arbítrio de cada um. Ele não pode violentar a pessoa. Depende da expansão de consciência da pessoa. 

Para sentir isso é preciso render-se ao Todo. Não impor o ego. Somente quando a pessoa para de impor o próprio ego na própria vida é que pode sentir essa generosidade e deixar o Todo atuar e dirigir a sua vida. A rendição é a condição para sentir. E confiar enquanto não sente. Não por pressão no Todo, nem achar que ele não escuta, nem entende, nem faz o que quero, etc. O Todo ama incondicionalmente. Isso não quer dizer que seja um vovozinho benevolente. Ele sabe o que é melhor e provê isso na hora certa, na medida certa, etc. Se a pessoa analisar a própria vida perceberá que 10, 20, 40, 60 anos atrás aconteceram coisas que permitiram ou levaram à que a pessoa recebesse agora uma alegria tão grande que nem poderia conceber muitos anos atrás. São fatos, eventos, experiências, que prepararam a pessoa para poder receber mais generosidade do Todo.

Sempre é preciso lembrar que o Todo nunca se deixa vencer em generosidade. Quanto mais você der mais receberá. Só que isso não é um negócio. O Todo sabe se é desinteressado ou não. Se a pessoa dá por amor incondicional. Independentemente de qualquer outra coisa. 

Para sentir a primeira experiência é preciso confiar, fazer o melhor e esperar. Sem ansiedade nem pressão. A resposta virá, o resultado virá, a solução aparecerá. Pode não ser a solução que a pessoa quer, mas é a melhor solução. Anos depois a pessoa entenderá.

Imagine que a pessoa tem uma carreira definida onde está indo muito bem, ganhando dinheiro, etc. Aos poucos, bem devagar, as coisas começam a mudar. Pode ser um novo livro que a pessoa vê ou ganha, uma entrevista, uma palestra, um comentário, etc. e pouco a pouco começa uma mudança de visão de mundo. Lentamente. Aquilo que antes era impensável já não parece tanto. Aquelas ideias estranhas já não parecem tão estranhas. Ano após ano essa mudança lenta e imperceptível vai acontecendo. E a vida e a carreira da pessoa começam a tomar uma guinada lenta mais inexorável. Logo a pessoa tem uma nova vida, uma nova carreira, uma nova visão de mundo, infinitamente mais feliz, mais compensadora, mais realizadora em todos os sentidos. Neste ponto a pessoa percebe as incontáveis bênçãos que o Todo derrama na sua vida. Sem parar, dia após dia, segundo após segundo, numa avalanche de alegria infinita. A alegria do Todo. 

E isso vai expandindo mais a capacidade da pessoa entender e aceitar o Todo na sua vida. Até entregar a vida completamente para Ele. E deixar o Todo dirigir tudo incondicionalmente. Neste ponto é indizível e não existem palavras para descrever o amor que o Todo derrama sobre a pessoa. E esta pessoa passa a ser um canal do Todo incondicionalmente. O amor do Todo passa por essa pessoa sem parar e se esparrama pelo mundo. Silenciosamente. Sem alarde. Em silêncio. Somente quem tem olhos de ver vê e sente. E desta forma os atos desta pessoa que se tornou um canal do Todo atinge outras pessoas com o amor do Todo. E muitos anos depois esse amor frutificará em uma nova pessoa que se transformou e o amor vai se multiplicando desta forma. Ad infinitum.

Nenhum comentário:

Postar um comentário


Videos editados I


Ninguém está autorizado a editar meus vídeos e fazer montagens, cortes, adições ou qualquer outra manipulação com as imagens das palestras.

Somente com autorização por escrito alguém pode usar minhas imagens.

Isso já foi dito na palestra passada e já postei sobre isso.

Quem está fazendo isso está prejudicando o trabalho.

Existe uma estratégia de divulgação feita por mim e que está sendo seguida à risca.

Todos os vídeos editados por outras pessoas devem ser tirados de qualquer mídia em que estiverem.

Postagens populares

Marcadores