domingo, 13 de dezembro de 2015

Atalho



Atalho

Em toda vida existe uma tentação muito persistente na procura de atalhos para o que se quer conseguir. Seja dinheiro, espiritualidade, etc. O esforço necessário, que é visto como sofrimento, é evitado ao máximo. Com isso evita-se trabalhar duramente. O único caminho para a maestria em qualquer assunto é o trabalho persistente. Anos e anos trabalhando para se tornar um mestre num assunto. Não existe outro caminho.

Tenta-se dar saltos para evitar o caminho do meio. Evita-se o dinheiro pensando que é contrário à espiritualidade. Acredita-se que ir num lugar exótico trará espiritualidade instantânea. Seja lá o que isso signifique. Desta forma são perdidos muitos anos da juventude ou até da maturidade. Evitando-se o que tem de ser feito de qualquer maneira. A evolução é inevitável. Mais cedo ou mais tarde ela acontecerá. Esse mais tarde pode ser muito tempo. Mas, no final será impossível fugir da evolução.

Tentar ganhar dinheiro muito rápido (por n meios) sem trabalhar, estudar e auxiliar dia a dia no caminho da perfeição é trazer muito sofrimento para si no futuro. O jeitinho de não seguir o caminho do meio não dará resultados no médio prazo. Procurar atalhos não funciona. Evitar o trabalho não funciona. Evitar o estudo não funciona.

É nesse sentido que o Buda disse que o sofrimento é inevitável. Faz parte da vida de todo ser senciente. Estudar envolve focar muita energia num propósito de aprender algo. Esse focar continuado é sofrido. Toda pessoa que já passou horas e horas pensando num só problema sabe o que isso significa. E dia após dia, ano após ano, décadas, até conseguir ser um mestre, um profissional reconhecido. Estudar também é realização, alegria de aprender, de crescer, de vencer a si mesmo. Sofrimento e realização são duas faces da mesma moeda. Como também poderia ser sofrimento/alegria. Se estudar for visto como sofrimento será sofrimento, se for visto como realização será realização. O fato continua o mesmo. É preciso por energia num foco para fazer algo duradouro.

O mesmo se pode dizer sobre o trabalho. Existem muitas formas de ganhar muito dinheiro sem ser pelo método do trabalho árduo. Mas, logo se perceberá que se tem de voltar ao sofrimento que se tentou evitar. Trabalhar dia a dia para crescer profissionalmente e ganhar o próprio sustento. Uma formiga faz isso, um elefante faz isso, um planeta faz isso, uma galáxia faz isso, o universo inteiro faz isso. Evolui lentamente, passo a passo, por bilhões de anos até chegar na maestria. 

É nesse sentido que o sofrimento é inevitável. O longo caminho de trabalho, estudo e auxilio para deixar a Luz que está dentro de si brilhar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário


Videos editados I


Ninguém está autorizado a editar meus vídeos e fazer montagens, cortes, adições ou qualquer outra manipulação com as imagens das palestras.

Somente com autorização por escrito alguém pode usar minhas imagens.

Isso já foi dito na palestra passada e já postei sobre isso.

Quem está fazendo isso está prejudicando o trabalho.

Existe uma estratégia de divulgação feita por mim e que está sendo seguida à risca.

Todos os vídeos editados por outras pessoas devem ser tirados de qualquer mídia em que estiverem.

Postagens populares

Marcadores