sexta-feira, 20 de novembro de 2015

Matrix XV




Matrix XV


Livre arbítrio III

A questão do livre arbítrio é muito simples. Ou se tem ou não se tem. Não existe meio termo. Ou o Todo dá livre arbítrio e somos humanos conscientes livres para fazer o bem ou o mal, ou somos como um boi, um cachorro, determinados por um instinto.

Como o Todo ama incondicionalmente ele dá total livre arbítrio. Ele emanou um campo eletromagnético para cada ser (todo ser é formado por átomos) que atrairá inevitavelmente o que o ser fizer, de bem e de mal. Mais cedo ou mais tarde. Isso é o que se costuma chamar de justiça. É apenas o campo eletromagnético atraindo exatamente o que tem nele. O Todo é Amor, portanto, Ele não pune. Ele educa. Orienta. Ajuda.

Neo somente faz o que tem de fazer depois de morrer (ritual de morte/renascimento). Nesse ponto o ego desapareceu e ele faz o que deve fazer.

A história que vou contar não é literal, mas o conceito é. Muito tempo atrás um palestrante ouviu uma voz espiritual lhe dizer: “vá fazer palestra no leprosário”. Ele respondeu: “Imagina, ir no leprosário”. Então a voz lhe disse: “ou vai fazer palestra no leprosário ou vai para o leprosário”. Resposta: “Eu vou”. Isso é amor incondicional. A pessoa está sendo orientada a fazer o bem e resiste. É avisada das consequências de recusar. Então a pessoa tem o bom senso de aceitar o que tem de fazer.

Amor incondicional é ter compaixão incondicionalmente. Vejamos o caso de um serial killer que mata crianças. O Todo ama a criança e ama o que está sendo serial killer. Não se pode tirar o livre arbítrio do serial killer (caso contrário ele vira um boi). É preciso respeitar a escolha dele. Mas, ele colherá o que está plantando inevitavelmente. Agora, na próxima vida ou daqui a 10 mil anos. Não importa. Temos tempo de sobra. O ajuste será feito com amor. Não é ajuste de contas, não é vingança, é apenas educar. E essa educação é automática. O campo eletromagnético se encarrega disso. Tudo que se emana se atrai de volta.

A essência do universo é Amor Incondicional. Como vamos ajudar este serial killer a entender isso? Quando a sua consciência se expandir ele sentirá o que fez. Enquanto isso não acontece é preciso que o campo eletromagnético se encarregue do ensinamento. Logo ele começa a atrair situações parecidas para ele mesmo. Na próxima vida com certeza e entre vidas também. Quem não acredita nisso não precisa se preocupar, as consequências virão para o novo corpo que estiver usando. No novo corpo ele não terá lembrança do que fez agora. Apenas não poderá reclamar das condições de vida que encontrará. Por isso resignação é importante. Não é preciso saber o passado. Basta não se revoltar das condições presentes. Continuar fazendo o melhor, trabalhando, estudando e ajudando. Sem reclamar, sem resmungar, etc.

Uma pessoa está com dificuldades para conseguir clientes atualmente. Dez mil anos atrás essa pessoa fazia sacrifícios humanos e arrancava os corações dos outros. Agora está tendo dificuldades comerciais. Será que é demais o que está passando? Vejam como é benevolente a ação do Todo. Porém, saber que o Todo é benevolente não implica em ser esperto e querer enganar o Todo. Isso é impossível. Quem educa não mede esforços para educar. O que a pessoa faria para educar um filho para que tenha condições de viver independente (os pais um dia morrerão) e poder ter um futuro melhor? Qualquer pai pensa em como educar o filho e corta os benefícios se for necessário, para que o filho entenda que deve ser responsável. Isso qualquer ser humano faz. Imagine o Todo que é Amor Incondicional. Ele ama generosamente, mas precisa educar. E educar não é castigo.

Este serial que mata crianças atrairá o que para si daqui a um tempo? E se ele for “vitima” de outro serial killer? Semelhante atrai semelhante. Quando isso for entendido muita coisa mudará neste planeta. Até lá continuaremos vendo os resultados dos atos passados e o que está sendo semeado para o futuro.

Hélio Couto
www.heliocouto.com



Nenhum comentário:

Postar um comentário


Videos editados I


Ninguém está autorizado a editar meus vídeos e fazer montagens, cortes, adições ou qualquer outra manipulação com as imagens das palestras.

Somente com autorização por escrito alguém pode usar minhas imagens.

Isso já foi dito na palestra passada e já postei sobre isso.

Quem está fazendo isso está prejudicando o trabalho.

Existe uma estratégia de divulgação feita por mim e que está sendo seguida à risca.

Todos os vídeos editados por outras pessoas devem ser tirados de qualquer mídia em que estiverem.

Postagens populares

Marcadores