segunda-feira, 28 de setembro de 2015

Aventuras de consciência



Aventuras de consciência


Caso nós vivêssemos num planeta onde a luta pela sobrevivência já foi resolvida, o que faríamos?

Neste caso sobra sempre a verdadeira fronteira final: a exploração interior.

O mundo interior da consciência é infinito em todas as direções. Nunca acaba de tanta complexidade e novos descobrimentos. Sempre há mais a explorar, pois literalmente a consciência é infinita. Está conectada a todas as outras consciências do universo e em última instância é o próprio Todo. Estamos imersos Nele.

Toda a complexidade do Todo também está em nós. Em cada ínfimo pedaço de consciência de tudo o que existe. Esperando para ser explorado e vivenciado. Cada pedra, cada planta, cada animal, cada ser da infinita criação, tem sua própria consciência para explorar e se conectar com outras. Explorar todas as formas que existem e todas as formas de ser.

Toda exploração interior que fazemos acrescenta informação a todo o resto. Todos estão agregando informação ao Todo ao mesmo tempo. Essa é a forma perfeita de exponenciar a criação de informações. Cada um multiplica de inúmeras maneiras a informação recebida ao ser criado. E a interação com tudo o mais faz com que na verdade a multiplicação seja viral. Pois a capacidade de informação do Todo é literalmente infinita. O livre arbítrio existe também para isso. Para que cada um vivencie da forma que quiser o potencial de crescimento que recebeu.

Quando a pessoa entra em fluxo com o Todo a sua Centelha Divina entra em fase com o Todo. Os dois brilham juntos e os dois são um só. A Centelha Divina é o próprio Todo individualizado. É um mistério. O Todo e as partes. Dele mesmo. Uma só coisa subdividida infinitamente e continua sendo uma só coisa, uma só essência.

Tudo que é multiplicado por si mesmo é elevado ao quadrado. Imagine tudo elevado ao infinito. Esse é o Todo. Ele multiplicado por Ele mesmo infinitas vezes ao mesmo tempo. E novas Centelhas emanadas o tempo todo. A emanação nunca para. E todos podem participar da criação unificando-se ao Todo de forma consciente e de livre vontade. Unificar é ter o mesmo sentimento. É o sentimento que faz entrar em fase e finalmente ser uma coisa só. Entrar em fase definitivamente e eternamente. Mesma longitude e amplitude e frequência de onda. Nesse ponto não há mais fronteiras. Pode-se ir onde nenhum homem jamais esteve.

Nenhum comentário:

Postar um comentário


Videos editados I


Ninguém está autorizado a editar meus vídeos e fazer montagens, cortes, adições ou qualquer outra manipulação com as imagens das palestras.

Somente com autorização por escrito alguém pode usar minhas imagens.

Isso já foi dito na palestra passada e já postei sobre isso.

Quem está fazendo isso está prejudicando o trabalho.

Existe uma estratégia de divulgação feita por mim e que está sendo seguida à risca.

Todos os vídeos editados por outras pessoas devem ser tirados de qualquer mídia em que estiverem.

Postagens populares

Marcadores