quarta-feira, 12 de agosto de 2015

Individualização e Individuação



Individualização e Individuação

O trabalho de individualização começa desde que o bebê nasce. Se tudo corre bem ele torna-se um ser adulto autônomo, independente e realizador. Torna-se um indivíduo com uma personalidade bem definida. Um ego definido.

Em DS9 vive um ser da espécie Trill. Os trills são seres que precisam de um hospedeiro para viver. Quando o hospedeiro envelhece eles se mudam para outro hospedeiro. Que podem ser masculinos ou femininos. Eles alternam de corpos e gêneros. Curzon Dax era um hospedeiro masculino e agora Jadzia Dax é um hospedeiro feminino. Dax está vivendo a 328 anos e já teve nove hospedeiros. Nove vidas. Cada hospedeiro tem uma personalidade bem definida, mas no fundo todos são Dax. As duas personalidades convivem harmoniosamente.

Se a individualização foi bem-sucedida a próxima fase e a mais difícil é a individuação. Que é a unificação do indivíduo com o Self.  A união do self com o Self. É isso que Nietzsche quis dizer quando falou do super-homem do futuro. E não foi entendido. Pensaram que o super-homem seria um homem com um self mais desenvolvido, mas o que ele quis dizer foi que seria a unificação do self com o Self. A unificação do indivíduo com a Centelha Divina. Evidente que nem ele nem Jung usaram essa terminologia.

Na série Voyager temos um holograma médico de emergência. Um holograma consciente e que evoluiu. Da mesma forma que o hollodeck pode criar qualquer realidade, pois a realidade é uma transformação de energia em matéria, Doc (o holograma) também é um ser materializado que executa qualquer função como os humanos (também seres de energia materializada. Luz congelada).

Quando a individualização não foi bem-sucedida, a alienação, a resistência ao crescimento, aparece como desorientação e ansiedade. Assumir a consciência é a única forma de ser feliz. Qualquer outra abordagem com a consciência não dá resultado. Em última instância a consciência é a única realidade que existe. Toda a realidade é pura consciência. O que se chama matéria é apenas a energia da consciência transformada em massa. Quando como dizem que o Bózon de Higgs dá massa ao universo. Tudo é energia e consciência. Ou energia e informação. A consciência fica mais complexa na medida em que assimila mais informação.

Quando a individuação foi bem-sucedida houve um salto de consciência, um salto de paradigma, um novo ser, uma nova forma de vida. O ego fundiu-se com o Self.

Data é um androide que tem autoconsciência. Sabe que é uma forma de vida e procura evoluir para o estado humano. Tem um cérebro positrônico. Data não sente emoções porque não tem um chip emocional (um sistema nervoso central). Analisa tudo com pura lógica. Como Data não tem desejos, ele consegue salvar a Enterprise inúmeras vezes, já que é capaz de usar a razão para tomar decisões.


Nenhum comentário:

Postar um comentário


Videos editados I


Ninguém está autorizado a editar meus vídeos e fazer montagens, cortes, adições ou qualquer outra manipulação com as imagens das palestras.

Somente com autorização por escrito alguém pode usar minhas imagens.

Isso já foi dito na palestra passada e já postei sobre isso.

Quem está fazendo isso está prejudicando o trabalho.

Existe uma estratégia de divulgação feita por mim e que está sendo seguida à risca.

Todos os vídeos editados por outras pessoas devem ser tirados de qualquer mídia em que estiverem.

Postagens populares

Marcadores