sexta-feira, 24 de julho de 2015

A Tempestade



A Tempestade – Shakespeare

Nesta peça o personagem Próspero renuncia à magia. Escrita em 1611 a peça está justamente no fim da Idade Média e o começo da Idade da Razão. Saiu de um extremo para outro, onde estamos até hoje.
Perdeu-se o contato com o Divino, os Mistérios, os Arquétipos, os Mitos e o domínio absoluto do racionalismo materialista reducionista foi instalado.
E nem o advento da Mecânica Quântica ainda não foi suficiente para reverter esse extremo de racionalidade.
E com isso as mais variadas interpretações da realidade vieram à tona. O que é uma coisa simples e evidente passou a ser algo de infinitas conjecturas.
A questão que fica pessoalmente é que quando se perde contato com a Realidade Última a surpresa e não aceitação são imensas quando se está face a face com a Realidade. E isso só traz infortúnio para quem se decepciona. É urgente que quem está nesta situação reveja os conceitos e aceite a Realidade Última para poder continuar sua evolução.

Nenhum comentário:

Postar um comentário


Videos editados I


Ninguém está autorizado a editar meus vídeos e fazer montagens, cortes, adições ou qualquer outra manipulação com as imagens das palestras.

Somente com autorização por escrito alguém pode usar minhas imagens.

Isso já foi dito na palestra passada e já postei sobre isso.

Quem está fazendo isso está prejudicando o trabalho.

Existe uma estratégia de divulgação feita por mim e que está sendo seguida à risca.

Todos os vídeos editados por outras pessoas devem ser tirados de qualquer mídia em que estiverem.

Postagens populares

Marcadores