sexta-feira, 15 de maio de 2015

Dívidas e escravidão



Dívidas e escravidão
Fazer dívidas é o caminho mais curto para se perder a liberdade pessoal. É tornar-se escravo com todas as consequências do que essa palavra significa. O fato de não colocarem uma corrente no seu pescoço não quer dizer nada. O fato é o mesmo.
Vivemos numa era em que os países que devem acusam os que poupam de criarem os problemas em que estão! É uma lógica extremamente distorcida, que procura transferir a culpa dos próprios males para os demais.
Existe uma cultura de endividamento no planeta desde a Revolução Industrial. Antes eram praticamente só os governos que se endividavam, mas agora é generalizado.
Quanto é o endividamento no planeta hoje? Mais ou menos 200 trilhões de dólares. Isso é uma “bolha”. Dá para imaginar as consequências disto? Isso é a mesma coisa que sacar do futuro achando que o futuro nunca chegará. Até que as dívidas são cobradas e a servidão começa.
Quantos relatos recebemos contando os sofrimentos que estão passando as pessoas que fizeram dívidas! É preciso mudar completamente o paradigma. É preciso ter austeridade. Viver apenas com o que se ganha. Nunca fazer dívidas e poupar.
Uma das atitudes atuais que causam os problemas é que não se pode esperar pela gratificação. Tem de ser agora. O certo seria poupar e depois comprar o que se necessita. Só que paradigma atual é de gratificação instantânea. Não se pode adiar o prazer em comprar e gastar! E isso faz com que dívidas sejam criadas sem necessidade. E dívida atraí dívida.
Esquece-se que o universo é regido pela Teoria do Caos. Os imprevistos são normais. São inevitáveis. Fazem parte do sistema. É o cisne negro. Porém, uma pessoa endividada como pode responder aos imprevistos? Basta atrasar os pagamentos um mês que a coisa fica muito complicada. Isso deveria ser o óbvio, mas para não fazer dívidas é preciso por a razão em primeiro lugar.
Todos sabem que existem dois caminhos para se aprender a viver: pelo amor ou pela dor. A escolha é de cada um.

Nenhum comentário:

Postar um comentário


Videos editados I


Ninguém está autorizado a editar meus vídeos e fazer montagens, cortes, adições ou qualquer outra manipulação com as imagens das palestras.

Somente com autorização por escrito alguém pode usar minhas imagens.

Isso já foi dito na palestra passada e já postei sobre isso.

Quem está fazendo isso está prejudicando o trabalho.

Existe uma estratégia de divulgação feita por mim e que está sendo seguida à risca.

Todos os vídeos editados por outras pessoas devem ser tirados de qualquer mídia em que estiverem.

Postagens populares

Marcadores