quarta-feira, 11 de março de 2015

Manifestação da realidade



Manifestação da Realidade



A criação ou manifestação da realidade é feita pela Centelha Divina. Como ela tem a mesma essência do Todo, ela tem o mesmo poder. São uma coisa só.

A Centelha está dentro de tudo o que existe. E é através dela que a manifestação acontece. Manifestação é o que chamamos Colapso da Função de Onda. Quando se faz uma escolha entre infinitas possibilidades e as transformamos em uma probabilidade.

No final do século XX houve um incêndio gigantesco na Amazônia. Não havia como extingui-lo. Esgotadas as possibilidades humanas dois pajés foram chamados para fazer a dança da chuva. Eles fizeram a dança e choveu. E apagou o incêndio. O que aconteceu depois disto? Mudou o paradigma da humanidade? Não. Mudou alguma coisa? Nada. Os pajés deram uma demonstração cabal da capacidade de mudar a realidade e isso foi completamente ignorado. Este é o padrão.

Em inúmeras palestras, livros e postagens já explicamos como funciona a manifestação. Segue regras simples. Para que a Centelha possa manifestar o que quer que seja é preciso que não haja nada atrapalhando. A Centelha está coberta por um ego. Esse ego precisa ser pura luz para não atrapalhar a Centelha. É Luz com Luz. Qualquer negatividade, miasma, antimatéria, etc. impede a Centelha de manifestar em toda a sua totalidade de poder. Não existe limite de poder para a Centelha.

Vejamos: Alguns anos atrás houve a guerra das Malvinas ou Falklands, aqui no sul do oceano Atlântico. Por causa de uma pequena ilha. A Inglaterra ganhou a guerra. Em 1850, mais ou menos, houve a guerra do ópio na China. São pequenos exemplos de quanto é difícil mudar a realidade neste planeta. Pois bem. O que acham de alguém tirar 300 milhões de súditos do Império Britânico (onde o Sol nunca se punha)? Pois foi o que um homem chamado Mahatma Gandhi fez. Vestido de um lençol, morando numa cabana e tecendo sua própria roupa. Dá para ter ideia do poder de manifestação dele? Como ele conseguia fazer isso?

Ele tinha absoluta certeza de que a Centelha Divina devia comandar sua vida. E seu ego não punha nenhum impedimento para isso. Não havia interesse particular nisso. Ele trabalhava para o Todo. Incondicionalmente.

Quando a pessoa está unificada com o Todo não há o que não possa manifestar. Quando não está unificada fica muito mais difícil manifestar. Existem n graus de capacidade de manifestação. Pode-se manifestar uma vaga no estacionamento, uma cadeira livre no cinema, um emprego, um carro e assim por diante. Tudo dependendo de quanto a energia da pessoa está limpa. Quanto mais luz mais manifestação. Quanto mais trevas, menor a manifestação. É muito simples a fórmula disto. É uma coisa matemática. Quanto mais luz mais energia, que é justamente poder. Quando um fóton encontra um elétron este salta de órbita. Está energizado. Quando perde esta energia volta para a órbita anterior. Imaginem uma quantidade infinita de Luz entrando numa pessoa ou sendo emanada por ela. Qual o limite de manifestação? Nenhum limite.

Portanto, a regra é simples. Quanto mais se quer manifestar, mais luz é preciso ter. E luz só se consegue com Amor Incondicional. Sem ego. Trabalhar, estudar e ajudar. Sem parar. O tempo todo. Isso traz mais luz. No devido tempo a capacidade de manifestação começa a ser exponencial.

Falando de outro jeito. O que faz a manifestação acontecer é o grau de Iluminação Espiritual do ser. Um inseto também faz colapso da função de onda. E o que ele colapsa? Um pouco de comida. Subindo na escala evolucionária os seres colapsam mais facilmente e os Seres de Luz colapsam sem limite.

Para colapsar é preciso tirar todas as crenças negativas, preconceitos, tabus, etc. Tudo que impede a evolução. Se a pessoa não consegue colapsar é porque há alguma coisa impedindo. É preciso verificar o que é e limpar isso.

É neste ponto que entra o Buda. Depois de tentar todos os meios para chegar na iluminação, foi somente quando ele desistiu e sentou-se debaixo da árvore é que Iluminou-se. Quando ele soltou tudo. Ele entendeu que todo desejo traz sofrimento. Inevitavelmente. Quando ele soltou tudo ele teve a capacidade total de manifestação. A Centelha pode trabalhar.

Lao Tsé explicou isso detalhadamente no Tao Te King. Existe um fluxo no universo. É preciso seguir o fluxo e não por resistência. O universo é próspero por si mesmo. Quer algo mais próspero do que criar os átomos? Os elementos? Criar a matéria? Criar universos? Para isso é preciso não por nenhuma resistência ao universo. Nenhum ego.

Todo corretor de imóveis sabe que se colocar pressão num cliente não fechara uma venda. Todo vendedor de sapato também e de carro também. Todos que prestam serviço ou são vendedores sabem ou deveriam saber que quanto mais pressão se coloca, menor o resultado. Toda venda é indireta. Portanto, com o universo é a mesma coisa. Toda pressão que se coloca para que o universo faça o que queremos é contraproducente. Não dá resultado. Se seguirmos o fluxo obteremos o resultado. Em Física isso chama-se Teoria do Caos.

Acredito que tenha ficado claro que sem limpar tudo, não há como manifestar.



Nenhum comentário:

Postar um comentário


Videos editados I


Ninguém está autorizado a editar meus vídeos e fazer montagens, cortes, adições ou qualquer outra manipulação com as imagens das palestras.

Somente com autorização por escrito alguém pode usar minhas imagens.

Isso já foi dito na palestra passada e já postei sobre isso.

Quem está fazendo isso está prejudicando o trabalho.

Existe uma estratégia de divulgação feita por mim e que está sendo seguida à risca.

Todos os vídeos editados por outras pessoas devem ser tirados de qualquer mídia em que estiverem.

Postagens populares

Marcadores