sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015

Orai e vigiai



“Orai e vigiai”
A mais próxima dimensão terrestre está habitada por diversos seres do tipo:
Dragões
Magos Negros
Sombras
Vampiros
Artificiais
Etc.
Estes seres negativos trabalham dia e noite nas cidades em que vivem, em cavernas, fortalezas profundamente enterradas na Terra, etc. O objetivo deles é o poder absoluto na Terra. Para isso usam de todo o conhecimento e poder que possuem. A única coisa em que pensam é Poder. São totalmente focados nisso, 24 horas por dia.
Combatem o tempo todo os emissários do Cordeiro.
Usam todos os meios que podem para controlar os encarnados no planeta Terra. Meios que parecem ficção científica para os terrestres.
O Mestre disse a dois mil anos: “Orai e vigiai”. Porque sabia como é a realidade nua e crua. Quando os humanos baixam a guarda e deixam a própria mente divagar em coisas ociosas, negativas e etc., abrem a porta para as obsessões. É preciso controlar a própria mente o tempo todo. 24 horas por dia.
Existem inúmeros seres que nos protegem o tempo todo, mas esses seres dependem de que os humanos queiram proteção. É impossível proteger alguém o tempo todo que não quer ser protegido. É preciso pedir proteção. É preciso orar e é preciso vigiar o tempo todo. Fazendo isso os problemas serão mínimos. Ou nem existirão.
Quando os humanos colocam o Amor Incondicional em primeiro lugar eles elevam a vibração da própria aura e isso afasta os negativos. Eles não suportam a Luz. Para isso é preciso pôr a mente no Todo. Estar em união com o Todo sempre.
A Luz sempre vence. O poder do Todo é infinito. Mas, os negativos não entendem ou não aceitam isso.
Vejamos um exemplo de não vigilância: um jovem bebe e usa drogas. Sua mãe sempre procura orienta-lo para o bem, mas ele não escuta. Continua nessa vida com os “amigos” achando que pode viver assim para sempre. As orações da sua mãe e dos amigos verdadeiros estão mantendo-o longe das consequências. Por isso ele acha que nada acontecerá. Nunca teve uma passagem na polícia. Até que um dia ele em estado drogado discute com um “amigo” também drogado e rouba o celular deste “amigo”. É preso e recebe uma condenação de 5 anos e 4 meses. Cumpre a pena numa penitenciária e é solto em liberdade condicional. Sua mãe e parentes continuam ajudando sempre. Começa a trabalhar e parece que se afastou dos “amigos”. Até que um dia resolve beber com eles. É uma sexta-feira e passam a noite bebendo e festejando. Sua mãe pediu que ele não saísse de casa, mas ele foi com os “amigos”. Na manhã seguinte um dos “amigos” fala para dois deles irem comprar bebida no supermercado. E pra pegarem o carro deste que manda comprar bebida. Vão os dois comprar a bebida. O jovem vai de passageiro. No meio do caminho a polícia para o carro. E o carro era roubado. O jovem não sabia disso. Confio no “amigo”. Vai preso e recebe uma pena de 9 anos e 4 meses. Este jovem foi alertado inúmeras vezes para se afastar desses “amigos”. Sua falta de vigilância provocou essa situação. Agora a mãe e todos os parentes sofrem por isso. Imaginem a dor desta mãe se puderem.
Outro caso: atualmente é comum as festas de adolescentes sem que haja nenhum adulto ou pais presentes na festa. Só pré-adolescentes ou adolescentes numa casa sozinhos. Inúmeros pais comentam isso comigo. Essa situação foi posta no filme “A pele que habito” com Antônio Banderas. Nesse filme o diretor coloca até a fórmula química que usam nas drogas que consomem. O “boa noite Cinderela” e outras iguais como o anestésico usado em veterinária. De madrugada a filha liga para a mãe busca-la. A mãe vai e bate na porta da casa. Todos os portões estão fechados. Um jovem atende a porta e manda a mãe esperar na rua. Ela não pode entrar na casa. Esse tipo de situação acabará levando à que consequência?
Outro caso: um filho de 18 anos fala os piores palavrões na frente da mãe. Não existe mais nenhum respeito pelos pais. Quando se fala palavrão emite-se uma frequência extremamente negativa. Essa frequência atrai os obsessores. Abre a porta para a ação desses predadores. Este jovem também está sendo protegido pelas orações da mãe e dos amigos verdadeiros. Só que até quando é possível manter os obsessores afastados se o livre arbítrio do jovem continua falando palavrões.
Portanto, quando se fala “Orai e vigiai” não é uma carolice de velhinhas que estão fora de moda. É a experiência de toda uma vida que sabe das consequências de não se ligar no Todo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário


Videos editados I


Ninguém está autorizado a editar meus vídeos e fazer montagens, cortes, adições ou qualquer outra manipulação com as imagens das palestras.

Somente com autorização por escrito alguém pode usar minhas imagens.

Isso já foi dito na palestra passada e já postei sobre isso.

Quem está fazendo isso está prejudicando o trabalho.

Existe uma estratégia de divulgação feita por mim e que está sendo seguida à risca.

Todos os vídeos editados por outras pessoas devem ser tirados de qualquer mídia em que estiverem.

Postagens populares

Marcadores