sexta-feira, 5 de setembro de 2014

Trabalho Espiritual - parte I



Trabalho Espiritual – parte I

Desde criança que penso na seguinte questão: como fazer um trabalho espiritual sem ter recursos?
Quando estamos encarnados precisamos de alimentação, roupas, moradia, transporte, etc. Um mínimo para manter o corpo funcionando. Esse mínimo custa dinheiro e no sistema atual a opção é arrumar um emprego para garantir a subsistência do corpo. Normalmente todo o tempo disponível vai para esse trabalho. As horas de trabalho mais a locomoção de ida e volta. Isso consome toda a energia da pessoa. Fiz isso a vida inteira. E não sobra tempo para o trabalho espiritual. O impasse está criado. Se arrumamos um emprego não temos tempo para fazer o trabalho espiritual. Sem recursos como manter o corpo funcionando? Estou simplificando as coisas para ficar claro.
A Igreja Cristã de Aton não aceita doações, nem dízimos de espécie alguma. Caso recebêssemos a crítica seria de que estaríamos ganhando dinheiro com a ICA. Para que isso não aconteça não recebemos nada em hipótese alguma.
Portanto, a única fonte de recursos para fazer o trabalho espiritual é o meu próprio trabalho. Não existe nenhuma outra fonte de recursos. Nenhuma instituição, nem emprego, nem herança, nem doação, etc. Com o meu trabalho é que é possível doar os livros para os que pedem. Nem o correio é cobrado. Estamos atendendo os pedidos na medida do possível. É só ter paciência que receberá o livro pedido. Receberão os livros que estão editados, pois existem pedidos de livros que não existem. O que existe é divulgado no meu Face e site.
Para que possamos doar os recursos para a ICA é preciso que o trabalho que faço seja remunerado. Caso contrário é impossível fazer o trabalho sem recursos. Acredito que isso seja claro para todo mundo. Quando vamos no supermercado temos de pagar em dinheiro ou fazendo dívida. Não adianta falar para a caixa do supermercado que faço um trabalho espiritual. Estamos num sistema capitalista. Se não paga não leva a mercadoria. Da mesma forma se não pagar não há moradia, transporte, etc. Então tem de haver entrada de recursos de alguma forma para custear a manutenção pessoal e o trabalho espiritual. Sem um trabalho remunerado não pode haver trabalho espiritual.
Paulo de Tarso deixou isso bem claro quando disse que ele trabalhava para não ser um peso para ninguém.
Se a pessoa estudar o que a ferramenta faz e pode fazer verá que o valor cobrado é simbólico. Se não entendeu isso é porque não entendeu o poder que existe nessa ferramenta. Não existe limite. O limite é o que a pessoa coloca com suas crenças. Por isso é preciso ler os livros. Sem estudar não entenderá o que é possível fazer com ela.
Atender os pedidos de todos sem cobrar é totalmente inviável. Essa foi a reclamação que recebi. Disseram que um trabalho espiritual tem de ser gratuito. Como já penso nisso desde criança não foi surpresa para mim ter recebido essa reclamação. O problema é que se eu não tiver recursos como farei o trabalho? É a questão do ovo e da galinha. A biblioteca que é necessário ter para fazer esse trabalho é enorme. Sem nenhum recurso a não ser o meu trabalho pessoal. Quem paga esses livros? A vida inteira comprei os livros para fazer a pesquisa que gerou a RH. E no final essa biblioteca será doada para a ICA.
No início do ano já havia dito que estava organizando uma forma de atender as pessoas carentes. Agora é possível iniciar este trabalho. Isso será feito dentro das possibilidades dos recursos que tenho.
O trabalho remunerado continuará para dar o suporte para fazer o trabalho espiritual gratuito.
Ficará na consciência das pessoas a decisão de pedir um trabalho gratuito quando podem pagar. Uma pessoa que pode pagar e não paga está tirando a oportunidade de uma pessoa carente poder receber o trabalho. Não farei nenhuma avaliação sobre isso. Todos que disserem que são carentes receberão o trabalho na medida das minhas possibilidades. Enquanto houverem recursos o trabalho gratuito será feito. E os livros serão doados. Etc.
Portanto, os pedidos de pessoas carentes devem ser enviados para o e-mail da ICA:
ica@igrejacristadeaton.org.br




Direitos Autorais:
Copyright © Hélio Couto. Todos os direitos reservados.
Você pode copiar e redistribuir este material contanto que não o altere de nenhuma forma, que o conteúdo permaneça completo e inclua esta nota de direito e o link: www.heliocouto.com


Nenhum comentário:

Postar um comentário


Videos editados I


Ninguém está autorizado a editar meus vídeos e fazer montagens, cortes, adições ou qualquer outra manipulação com as imagens das palestras.

Somente com autorização por escrito alguém pode usar minhas imagens.

Isso já foi dito na palestra passada e já postei sobre isso.

Quem está fazendo isso está prejudicando o trabalho.

Existe uma estratégia de divulgação feita por mim e que está sendo seguida à risca.

Todos os vídeos editados por outras pessoas devem ser tirados de qualquer mídia em que estiverem.

Postagens populares

Marcadores