sexta-feira, 10 de janeiro de 2014

Bibliotecas I



Bibliotecas I

Este ano completamos 100 anos da destruição da biblioteca de Louvain na Bélgica na Primeira Guerra Mundial. Em seguida a biblioteca foi reconstruída e novamente destruída em 1940 na Segunda Guerra Mundial. Onde foram queimados 100 milhões de livros. Na Idade Média tivemos grandes fogueiras também. Tudo isso foi feito conscientemente.
A história da humanidade pode ser acompanhada pela destruição de bibliotecas e livros. Os casos mais famosos são: Alexandria, Atenas, Louvain.
Sempre as bibliotecas foram destruídas por motivos políticos e religiosos. E a lógica que rege a destruição é simples: “se os livros forem a favor da religião dominante são desnecessários e se forem contra são indesejáveis”. Portanto, todos os livros devem ser destruídos. Lógica espetacular! E assim foi destruído o que restava da biblioteca de Alexandria.
Quando a biblioteca de Louvain foi destruída pela primeira vez a humanidade percebeu que algo muito grave tinha acontecido. A visão romântica da vida tinha mudado. Aquela era de paz que antecedeu 1914 tinha acabado. Destruir uma biblioteca ou queimar livros é um sinal claro de barbárie. Nada pode ser mais contra a civilização do que isso. E o que vem em seguida à queimar livros é tentativa de destruir a civilização. E todos podem ver o que aconteceu no Século XX e continua acontecendo. Quem tem olhos veja!
Voltemos alguns milhares de anos atrás. Alguns macacos desceram das árvores e aprenderam a usar algumas ferramentas rústicas para conseguir alimentos. Até hoje seus descendentes fazem isso. Essa era a forma de passar conhecimento. Pela imitação. Um macaco olhava o outro usar uma varinha e copiava. Isso poderia ter durado a eternidade e não sairíamos disto.
Assim que os macacos evoluíram para Homo Sapiens começaram a usar tábuas de argila para registrar tudo que faziam. Era o livro da época. Passar o conhecimento adiante sempre foi da maior importância. É por isso que descobriram bibliotecas com dezenas de milhares de tábuas em argila cozida. Isso mostra que civilização é igual à livro e documentação.
Portanto, como classificar um ser que destrói bibliotecas e queima livros?
O que pensarão esses seres quando passarem para o lado espiritual e virem as gigantescas bibliotecas que existem. E que não podem ser destruídas.
Mais uma vez a humanidade está tendo que tomar uma decisão sobre isso. A humanidade opta por proteger os livros ou não? As consequências não se farão esperar.


Direitos Autorais:
Copyright © Hélio Couto. Todos os direitos reservados.
Você pode copiar e redistribuir este material contanto que não o altere de nenhuma forma, que o conteúdo permaneça completo e inclua esta nota de direito e o link: www.heliocouto.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário


Videos editados I


Ninguém está autorizado a editar meus vídeos e fazer montagens, cortes, adições ou qualquer outra manipulação com as imagens das palestras.

Somente com autorização por escrito alguém pode usar minhas imagens.

Isso já foi dito na palestra passada e já postei sobre isso.

Quem está fazendo isso está prejudicando o trabalho.

Existe uma estratégia de divulgação feita por mim e que está sendo seguida à risca.

Todos os vídeos editados por outras pessoas devem ser tirados de qualquer mídia em que estiverem.

Postagens populares

Marcadores