segunda-feira, 6 de maio de 2013

Revolucionário Quântico V



Revolucionário Quântico V

Toda interpretação do que foi falado ou escrito deve ser feita cuidadosamente. A própria palavra interpretar já mostra que é uma análise de um fato. Não é o fato em si. É uma projeção de quem está interpretando. É por essa razão que existe tanto disse que disse! E os fatos muitas vezes são absolutamente claros, mas as pessoas não querem ver o que está bem diante dos olhos delas!
Sábado passado tomei conhecimento de que algumas pessoas acham que sou vegetariano! Qual a importância disto? Se como carne ou bebo ou fumo ou qualquer outra coisa? A única coisa que é importante em espiritualidade é o quanto se ajuda aos irmãos a evoluírem. O resto é detalhe que não importa, são plumas e paetês, coisas irrelevantes. Nos Evangelhos isso está claramente dito e exemplificado.
E não estou falando que como carne, nem que bebo, fumo ou qualquer outra coisa! Nem disse nem não disse. E como tiraram essa conclusão? Em nenhuma palestra isso foi dito.
Num filme que vi recentemente, tem uma fala em que um rapaz já com certa vivência do que é a nossa sociedade, disse para outro que estava criando algo grande: “Mesmo que você seja um Santo, se não tiverem o que falar de você, inventarão, para destruir o trabalho.”. E isso em se tratando de um negócio! Imaginem com relação à expansão da consciência!
Vejam em que situação está a humanidade atualmente. Quantas guerras, quantos refugiados, quantos doentes, quantos passando fome, crianças de 4 anos sendo alvo de franco-atirador, mutilações de meninas para fins sexuais, etc.. Um etc. sem fim. Na periferia de qualquer cidade a miséria, a ignorância, a dor, a exploração, a violência, a manipulação, os estupros dentro das famílias, são “normais”. É o dia a dia deles. Pergunte para qualquer assistente social ou psicóloga que trabalhe com as comunidades carentes e veja a resposta. Esse é o mundo real, essa é a realidade aqui e no mundo.
E qual a solução para isso? A expansão da consciência. Mudando a consciência dessas pessoas tudo isso mudaria. Mas, como a informação pode chegar neles se ninguém praticamente faz algo prático para isso?
A questão desta postagem é deixar bem claro que o problema não está nas superficialidades da vida. Auto-sabotagem é uma coisa muito sutil. Pode parecer que a pessoa está fazendo coisas boas, mas na verdade está se sabotando. Leiam sobre a vida de George Bernard Shaw. Se a pessoa não come carne e não faz nada para seu próprio crescimento em todas as áreas, se não está trabalhando e crescendo, se não está ajudando os irmãos a crescerem sem parar, de que vale não comer carne? E se a saúde da pessoa está sendo comprometida por não comer carne, é tecnicamente um suicídio. Toda planta ou animal doa sua vida para a vida de outrem. Isso é uma doação sagrada. Da mesma forma que nós doamos nossa vida trabalhando pelos irmãos. É um ciclo sagrado. Não é o ciclo da cadeia alimentar dos reptilianos!
Não comer carne é uma questão pessoal, da genética de cada um. Cada um sabe o que é melhor para si. Um dia no convento em que São Francisco de Assis vivia, mais ou menos meia-noite, ouviram gritos de um frade. Todos foram ver o que se passava. O frade gritava porque estava com fome! São Francisco de Assis mandou que dessem comida para ele. Cada um tem uma necessidade diferente. Lembram de que foi dito: “Não julgueis.”?
Portanto, a questão é: o que faremos para melhorar este mundo? Sem ficar filosofando, sem papo-furado de bar, etc..

Direitos Autorais:
Copyright © Hélio Couto. Todos os direitos reservados.
Você pode copiar e redistribuir este material contanto que não o altere de nenhuma forma, que o conteúdo permaneça completo e inclua esta nota de direito e o link: www.heliocouto.com


Um comentário:

Anônimo disse...

Sobre a questão do consumo de carne o Prof. Hélio, fala no DVD "JESUS CRISTO" minuto 120; a explicação pode ser vista também o filme 'AVATAR', uma linda cena quando o humano é aceito como um NA'VI após uma caçada. Amo. Alma.

Postar um comentário


Videos editados I


Ninguém está autorizado a editar meus vídeos e fazer montagens, cortes, adições ou qualquer outra manipulação com as imagens das palestras.

Somente com autorização por escrito alguém pode usar minhas imagens.

Isso já foi dito na palestra passada e já postei sobre isso.

Quem está fazendo isso está prejudicando o trabalho.

Existe uma estratégia de divulgação feita por mim e que está sendo seguida à risca.

Todos os vídeos editados por outras pessoas devem ser tirados de qualquer mídia em que estiverem.

Postagens populares

Marcadores