sexta-feira, 12 de abril de 2013

Mecânica Quântica X



Mecânica Quântica X

Uma pessoa escreveu pedindo um artigo científico sobre a Ressonância Harmônica.
Se essa pessoa tivesse lido tudo que já foi postado sobre Mecânica Quântica não teria essa dúvida. Se as centenas ou milhares de livros já escritos sobre MQ tivessem sido entendidos no seu significado mais profundo e não apenas no aspecto tecnológico de fazer aparelhos eletrônicos, não teria a menor dúvida sobre os fundamentos da RH.
Peguemos o experimento retardado da Dupla Fenda ou o experimento de Alain Aspect ou Bell. Qual a explicação do paradigma materialista vigente no mundo de hoje? Não conseguem dar uma explicação para isso. Então falam das “esquisitices” da MQ. Querem uma terminologia mais anti-científica do que falar “esquisitices”? E no entanto, é o que se lê nas revistas científicas quando se fala de MQ. Porque para aceitar a prova do experimento tem de mudar completamente o paradigma cientifico atual.
Quando um físico eminente diz que o universo é feito de energia e informação, ele é ignorado. É a mesma coisa quando se fala de campos morfogenéticos, de Rupert Sheldrake. Tudo que coloca em cheque a visão de mundo materialista deve ser ocultado ou ignorado. Desta forma não existe...
O que é uma informação? O DNA é uma informação. Com esta informação se duplica um ser biológico. Chama-se clonagem. O DNA é um código com informações. Uma molécula é informação. Contém determinados átomos que dão as características da molécula. In-formam a molécula. Pode-se refazer a molécula sempre que se usar os mesmos tipos de átomos. Isso é química. Se eu passo uma descrição de como juntar determinados átomos para fazer uma molécula estou passando uma informação.
Tudo no universo é feito de átomos. Todos os átomos são formados por energia. Senão Hiroshima não teria acontecido. A informação dos átomos que formam uma molécula também está na energia do átomo. Não é óbvio isso? Lembram da dualidade partícula/onda? Podemos trabalhar com a partícula ou com a onda. É indiferente. Vide De Broglie. Portanto, a onda de uma molécula tem toda a informação de como fazer aquela molécula. Ou eu preciso exclusivamente do átomo (partícula, massa) para ter essa informação? Esse é o problema de enxergar um mundo somente de partículas (matéria, massa). Só porque a pessoa não vê a onda do átomo não significa que ela não está lá. Por acaso, já viram a onda que sai do seu celular? Onde está o cabo telefônico do seu celular? Numa civilização de telefones celulares deveria ser óbvio que tudo é onda. Mas...
Quais são os fundamentos que constituem a matéria? Se destrincharmos um átomo terá prótons, nêutrons e elétrons. Se destrincharmos um próton terá os quarks. Se destrincharmos os quarks terá o que? Lembram do famoso Bóson de Higgs? O campo que dá massa a tudo que existe no universo? Pois é. De onde vem o Bóson de Higgs? De um lugar chamado Vácuo Quântico. Lembram do Efeito Casimir? E agora temos o experimento do Efeito Casimir Dinâmico, onde os fótons virtuais se tornam reais. Isto é, saem do Vácuo Quântico e passam a existir no nosso universo. Saem do Nada e passam a existir. É óbvio que já existiam. Só que estavam num nível mais fundamental de organização. Mas, para a ciência, saíram do nada  e entraram no nosso universo!
Pois é. Lembram que Niels Bohr disse que a física não estuda a realidade última? É por isso que nos livros e revistas científicas, quando se chega nesse ponto, de falar do Vácuo Quântico, o assunto pára. Sempre o capitulo ou artigo tem um ponto final nesse momento da argumentação. Quem ousa ir adiante e explicar o que é o Vácuo Quântico?
Ninguém faz isso porque acabaria com a carreira científica do físico.  E deixam o assunto morrer ai. Ninguém no mundo científico irá mexer nessa caixa de marimbondos. Lembram que um físico disse que todo físico que tentou explicar a MQ caiu num buraco sem fim e acabou a carreira dele? Isso foi uma advertência para não tentarem explicar. Qual físico jovem ousaria desafiar todo o mundo científico? Ele sabe que não publicariam seus artigos, que seria expulso do mundo acadêmico, que nunca mais trabalharia numa universidade, etc. Portanto, fala-se apenas o que dá para falar sem comprometer a carreira. E isso quando a pessoa entende que existem mais coisas entre o céu e a terra do que a nossa vã filosófica prega. E quando o físico introjetou tanto o paradigma atual que nem pensa diferente?
O máximo que ousam chegar até agora foi afirmar que a informação continua nas cinzas de um livro queimado ou na fumaça do livro. Isto foi publicado numa revista científica. A questão de como obter ou recuperar essa informação é deixada de lado. Obviamente.
Tudo que existe tem como fundamento a energia do Vácuo Quântico. É Dele que emerge tudo que existe no universo. Se é Dele que emerge tudo, está claro que toda a informação está Nele. Ele é uma onda. Nessa onda está toda a informação de tudo que existe. Toda onda pode ser transferida e assimilada por outra. Isso é interferometria. Tudo que existe é onda e partícula. Toda pessoa é onda e partícula. Toda pessoa tem um campo eletromagnético. Portanto, toda pessoa pode assimilar qualquer informação transportada por uma onda.
Tudo que estamos falando acima é pura física. É ciência. É pura dedução lógica.
Tudo isso pode ser provado? É claro. Basta que a pessoa queira fazer o experimento que saberá que isso é possível. Como já disse, fazer ciência exige fazer experimentos. É possível transferir qualquer informação para qualquer coisa no universo. E tudo que existe é informação.
Nos próximos livros explicarei isso mais detalhadamente. Isso já foi explicado em vários DVDs. Logo estarão impressos. Tenho um livro sobre dupla fenda que tem 300 páginas. Só para falar da dupla fenda. Se eu for detalhar cada experimento da MQ teria que fazer livros e mais livros de centenas ou milhares de páginas. Para quem entende o que estou falando aqui já percebeu que se eu pegar os conceitos acima para explicar eles ocupariam centenas de páginas. Bom, esses livros já estão escritos. O que não está escrito é o que significa cada experimento e como eles formam o quebra-cabeças da realidade.
No momento atual do meu trabalho a questão é: atendo as pessoas que precisam deste trabalho ou paro e escrevo os livros?  Para continuar atendendo é preciso escrever os livros aos poucos. É o que estou fazendo. Se vocês perguntarem para as pessoas que vem no atendimento se elas querem que eu fique escrevendo e deixe de atendê-las, o que você acha que elas preferem? Jung escreveu os livros entre um atendimento e outro. Ele tinha o mesmo problema. Deixar de atender não é uma opção. Muitas pessoas estão sofrendo e precisam deste trabalho. Os DVDs, livros, etc. são feitos nos intervalos dos atendimentos. É assim que deve ser feito e assim será feito até o fim.
Portanto, escrever um artigo científico sobre a RH está sendo feito. Quando terminar será lançado.

Direitos Autorais:
Copyright © Hélio Couto. Todos os direitos reservados.
Você pode copiar e redistribuir este material contanto que não o altere de nenhuma forma, que o conteúdo permaneça completo e inclua esta nota de direito e o link: www.heliocouto.com

Um comentário:

cintia costa disse...

Este artigo me fez pensar na matéria da faculdade de "Fenomenologia".O germe no ovo.Tudo o que existe pode deixar de existir e/ou ressurgir sem nunca ter existido...

Postar um comentário


Videos editados I


Ninguém está autorizado a editar meus vídeos e fazer montagens, cortes, adições ou qualquer outra manipulação com as imagens das palestras.

Somente com autorização por escrito alguém pode usar minhas imagens.

Isso já foi dito na palestra passada e já postei sobre isso.

Quem está fazendo isso está prejudicando o trabalho.

Existe uma estratégia de divulgação feita por mim e que está sendo seguida à risca.

Todos os vídeos editados por outras pessoas devem ser tirados de qualquer mídia em que estiverem.

Postagens populares

Marcadores