sábado, 16 de fevereiro de 2013

Mecânica Quântica III



Mecânica Quântica III

Há mais três séculos Newton definiu as três leis do movimento e com isso criou o determinismo. A metáfora que ele usou foi a de um grande relógio. O universo seria uma grande máquina, um grande relógio. Conhecendo-se as leis do movimento poderíamos saber o passado, o presente e o futuro. Tudo ficou determinado. Não havia mais espaço para a criatividade nem para o livre-arbítrio. Cada coisa tinha seu lugar na grande máquina e essa era a ordem natural das coisas. Isso deu uma grande argumentação lógica para os senhores de escravos e o controle de toda a sociedade. Existia uma ordem natural e os escravos faziam parte dela e nunca poderiam ser livres. Mas, essa é outra história.
No mundo de Newton nada pode ser mudado. Tudo já está determinado. Sabendo-se a causa pode-se prever o efeito matematicamente. A partir do momento em que o universo surgiu se tivermos todas as informações poderemos calcular todo o futuro. Essa visão de mundo é que vem dominando as ciências e todo o resto até hoje. Mesmo um século depois da descoberta do Quantum toda a vida na terra está organizada segundo a matemática de Newton. Toda a economia, sociologia, psicologia, medicina,etc.. Tudo literalmente está contaminado com essa visão da realidade como uma máquina. Nesse mundo não existe espaço para o livre-arbítrio, para a decisão pessoal. 
Vocês podem analisar com isenção de ânimo e verificar por si mesmos que isso é a mais pura verdade. Não existe possibilidade real de mobilidade social por causa desta visão de mundo determinista. Outro aspecto é o reducionismo, já que toda máquina pode ser reduzida às suas partes. Isto é, cada pedaço da máquina pode ser analisado. A máquina pode ser desmontada e montada à vontade. Isso é o que a ciência faz até hoje. Analisa as partes tentando entender o todo. Mesmo quando o absurdo disto fica evidente como no caso de um automóvel. Espalhe no chão as peças de um carro e misture-as aleatoriamente. Quando você acha que surgirá um automóvel montado e funcionando dessa mistura? Praticamente nunca isso acontecerá. Ainda mais porque a entropia fará com que cada vez mais fique difícil conseguir uma ordem naquilo. Entropia é a perda de energia de um sistema.  É óbvio que somente com inteligência e energia conseguiremos montar o carro. Pois é, só que é assim que a ciência funciona. Com uma mentalidade reducionista. Vê as partes e desta forma nunca vê o todo.
Esta é a vida na Terra até agora. Os resultados estão ai para todos verem. Miséria, drogas, doenças, desemprego, criminalidade, violência, etc..  É assim que nossa sociedade está organizada: determinista e  reducionista. E pensa-se que não há a menor possibilidade de escapar desta organização.
Foi nesse entorno que Thomas Young fez o famoso experimento da Dupla Fenda pela primeira vez em 1803. Todos achavam que a luz era composta de partículas, é lógico. Num mundo materialista, determinista e reducionista a luz só poderia ser composta de partículas. Algo sólido, com massa.  Matéria. Quando Young fez a luz passar por uma só fenda, um pedaço de cartolina por exemplo, com uma abertura retangular apenas, viu pontos determinados ao fundo. A luz tinha passado como partícula. Porém, quando ele abriu mais uma fenda ao lado e a luz passou pelas duas fendas, o que ele viu foi uma padrão de interferência, que só podem ser de ondas. Um conjunto de faixas claras e escuras intercalando-se. Somente ondas podem formar esse resultado. Portanto, a luz tinha passado como onda.  Você pode fazer a mesma experiência com uma bacia com água e jogando duas pedrinhas na água em locais separados. Quando o pico de uma onda se chocar com o pico de outra você terá uma interferência construtiva, as ondas se somaram. Quando pico de uma colide com o vale da outra há uma anulação.  Essa é uma constante no caso das ondas, elas interferem de um jeito ou de outro. O experimento mostrava claramente que a luz tinha passado como onda.
E agora? A onda é partícula ou  onda? Quando passa por uma fenda ela se comporta como partícula e quando passa por duas se comporta como onda. Para onde foi o determinismo de Newton? Como essa experiência mudava toda a visão de mundo de tudo ela foi convenientemente esquecida durante um século. E o mundo continuou sendo dirigido como se fosse uma máquina. Até agora.

Direitos Autorais:
Copyright © Hélio Couto. Todos os direitos reservados.
Você pode copiar e redistribuir este material contanto que não o altere de nenhuma forma, que o conteúdo permaneça completo e inclua esta nota de direito e o link: www.heliocouto.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário


Videos editados I


Ninguém está autorizado a editar meus vídeos e fazer montagens, cortes, adições ou qualquer outra manipulação com as imagens das palestras.

Somente com autorização por escrito alguém pode usar minhas imagens.

Isso já foi dito na palestra passada e já postei sobre isso.

Quem está fazendo isso está prejudicando o trabalho.

Existe uma estratégia de divulgação feita por mim e que está sendo seguida à risca.

Todos os vídeos editados por outras pessoas devem ser tirados de qualquer mídia em que estiverem.

Postagens populares

Marcadores