quarta-feira, 24 de setembro de 2014

Prosperidade V



Prosperidade V

“A questão é que o espaço vazio não é realmente o “nada”. O espaço vazio tem infinita energia. Segundo Safartti, um processo virtual se põe em andamento por um salto superluminal (mais rápido que a luz) de neguentropia (informação), que brevemente organiza um tanto dessa infinita energia de vazio para fazer a partícula ou as partículas virtuais.”

“Em que pese a maré de “conhecimento” que nos envolveu no transcurso de 30 anos, o grupo de Física Fundamental, como os físicos reunidos em Copenhague meio século antes que eles, se viu forçado a reconhecer que talvez não fosse possível construir um modelo da realidade. Este reconhecimento é mais que a admissão das limitações desta ou daquela teoria. É um reconhecimento, emergindo no Ocidente, de que o conhecimento é si é limitado. Dito de outra forma, é o reconhecimento da diferença entre conhecimento e sabedoria.”

“De fato a maioria dos físicos não acredita que valha a pena pensar nestes problemas. A mais importante conseqüência da interpretação de Copenhague – que foi a aceitação da interpretação da teoria quântica pela maior parte da comunidade científica – consistiu em admitir que o objetivo da ciência é elaborar um marco matemático para organizar  e expandir nossas experiências, mais que oferecer-nos uma imagem da realidade que possa existir por detrás dessas experiências, isto é, a maioria dos físicos se alinham na atualidade com Bohr mais que com Einstein, na questão da realidade que possa ser concebida independentemente da nossa experiência como ela é, e o esforço para “compreende-la” mais profundamente, não é produtivo para a ciência e conduz a perplexidades do tipo que temos discutido e que parecem à maior parte físicos serem de ordem mais filosófica do que física.”

“A “ordem implicada” (David Bohm) é a ordem implicada daquilo-que-é. Portanto, aquilo-que-é, é a ordem implicada. Esta visão do mundo é tão diferente da que nós costumamos ter que, como Bohn acentua, “a descrição é totalmente incompatível com o que nós queremos dizer”. Isto se deve ao fato de nosso pensamento estar baseado em uma forma antiga do pensamento grego. De acordo com este modo de pensar, unicamente Ser, é. Em conseqüência Não-ser, não é. Esta forma de pensar nos oferece uma ferramenta prática para atuar no mundo, mas não descreve o que acontece. Na realidade, Não-ser também é. Ambos, Ser e Não-ser, são aquilo-que-é. Tudo, até mesmo o “vazio”, é aquilo-que-é. Não há nada que não seja aquilo-que-é.”

“Existe uma similitude entre o pensamento e a matéria. Toda a matéria, inclusive nós, é determinada pela “informação”. A “informação” é o que determina o espaço e o tempo.” (David Bohm)

“”Realidade” é o que tomamos como sendo o verdadeiro. O que tomamos como verdadeiro é aquilo que cremos. O que acreditamos  baseia-se em nossas percepções. O que percebemos depende do que procuramos ver. O que procuramos ver depende do que pensamos. O que pensamos depende do que percebemos. O que percebemos determina o que acreditamos. O que acreditamos determina o que tomamos por verdadeiro. O que tomamos como sendo o verdadeiro é a nossa realidade.”

Todos os textos acima são do espetacular livro “A Dança dos Mestres Wu Li” de Gary Zukav.

Em função do dito acima como fica a nossa prosperidade e saúde?
Em termos gerais quem é próspero o é pela vida toda. Não apenas por um pequeno período. Durante alguns anos está bem e depois só tem problemas. Durante um período ganhou dinheiro e depois perdeu. Ganha e perde. Seguidamente. Isso é auto-sabotagem. Carência pela maior parte do tempo. É muito comum clientes que por alguns anos foram bem, normalmente até os 30 anos. Alguns até os 40 e então vem uma fase de declínio lento e crescente. Isso não é prosperidade.
O inverso deveria ser o verdadeiro. Nos primeiros anos de vida está se aprendendo como funciona esta sociedade. Mesmo nessa época já dá para ser próspero. Estamos cheios de energia da juventude. E tudo vai bem.
Depois dos 40 são raras as pessoas que não apresentam problemas de saúde. Os mais variados. Se não é uma doença grave são “os problemas normais da idade”. Ora, isso é um absurdo. O fato de a maioria apresentar problemas de saúde aos 40, 50, 60 e 70 anos não quer dizer que isso é normal. Isso é anormal. Isso não deveria existir. Acontece que a somatização alcança seu auge nessas idades. No principio nosso corpo é jovem e suporta bem todos os conflitos psicológicos, os traumas, tabus, preconceitos, crenças falsas, ódio, inveja, zona de conforto, etc.. Tudo isso vai minando a saúde até que os problemas se apresentam nas mais variadas formas. De uma coisa leve até uma doença terminal.
Acrescente-se a isso o álcool e as drogas. Essas duas substâncias permitem uma fuga perfeita da realidade. Essa fuga também é feita na alimentação. Vejam a quantidade de pessoas obesas que existem em nossa sociedade. Existe solução para tudo isso.
De um jeito ou de outro as pessoas acreditam no que a ciência diz. Acontece que os físicos resolveram não investigar a realidade última. Apenas descrever os fenômenos é suficiente. Isso vira tecnologia e pronto. Isso quer dizer que a ciência não tem nada a dizer sobre a Realidade Última. Será que está claro isso? Leiam o livro de Zukav.
Toda a opção da ciência é não investigar a Realidade Última. É por isso que eles não entendem como a Ressonância Harmônica pode funcionar e em conseqüência disto, não acreditam. A ciência abdicou de pesquisar a totalidade. Portanto, a visão dela é parcial. Só que para o povo parece que a ciência é tudo. Que tem todas as respostas. Isso criou uma crença materialista na mente das pessoas. Elas acham que a ciência tem todas as respostas. Só que não tem. Os cientistas deveriam deixar claro para as pessoas que eles decidiram não investigar a Realidade Última. Eles fizeram uma escolha. É por essa razão que eles falam das “esquisitices” da Mecânica Quântica. Não entendem nem querem entender o significado das “esquisitices”, mas descrevem matematicamente os fenômenos e usam para fazer os aparelhos eletrônicos.
Portanto, não é na ciência que encontraremos as respostas para as grandes questões da vida. No futuro quando a Ciência e a Espiritualidade se unificarem teremos o mundo que sonhamos. Porque na verdade é uma coisa só.

Direitos Autorais:
Copyright © Hélio Couto. Todos os direitos reservados.
Você pode copiar e redistribuir este material contanto que não o altere de nenhuma forma, que o conteúdo permaneça completo e inclua esta nota de direito e o link: www.heliocouto.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário


Videos editados I


Ninguém está autorizado a editar meus vídeos e fazer montagens, cortes, adições ou qualquer outra manipulação com as imagens das palestras.

Somente com autorização por escrito alguém pode usar minhas imagens.

Isso já foi dito na palestra passada e já postei sobre isso.

Quem está fazendo isso está prejudicando o trabalho.

Existe uma estratégia de divulgação feita por mim e que está sendo seguida à risca.

Todos os vídeos editados por outras pessoas devem ser tirados de qualquer mídia em que estiverem.

Postagens populares

Marcadores