sábado, 16 de junho de 2012

Prometheus

Prometheus

O filme “Prometheus”, de Ridley Scott, traz uma pergunta fundamental: “De onde viemos?”.
Numa recente entrevista sobre o filme a atriz Charlize Theron comenta: “E se deus fosse uma decepção total?”.
Essa é uma questão importantíssima. Quando eu era criança já tinha intuído essa questão. Quando lia sobre o que as religiões proclamam sobre como Deus é eu sentia que tinha algo errado naquilo. Como eu poderia ter sentimentos melhores do que aquele Deus? Só poderia ser um deus menor. Não poderia ser O Deus.
Quanto mais estudava o assunto mais cético ficava em relação a isso. E quanto mais se procura mais se acha. A porta abre para quem bate. E a busca continuou pela vida inteira. Até que entendi e senti a resposta.
No filme isso é colocado abertamente e eles também encontram a resposta. Encontram o criador. Essa é uma questão que os terrestres até hoje não tiveram coragem de enfrentar. Porém, as evidências estão por toda parte aqui, tanto como no filme.
Já que estamos falando do assunto recomendo a série “Bórgias”, que dá uma perfeita idéia da civilização ocidental. Porque estamos na situação que estamos no ocidente? É muito interessante que se coloque o que acontece na série dentro do contexto histórico, quando havia uma Inquisição em andamento, torturando e assassinando incontáveis milhares de mulheres. Esse é um vasto assunto para outro dia.
E para terminar recomendo a série “Caprica”, onde o problema central do terrorismo são os Monoteístas. Um assunto extremamente interessante para se entender o que aconteceu a 3300 anos atrás no Egito.
Como vêem há abundante material para quem quer pensar.

Um comentário:

Cacau disse...

Assisti "Prometheus" essa semana e fui fortemente impactada.
O filme é grandioso, os efeitos especiais belíssimos, mas o que me tocou realmente foram os questionamentos sobre nossa origem.
"E se Deus tiver criado a humanidade simplesmente porque podia?".
Felizmente, essa não é a imagem que tenho e vivencio Dele. Graças também à Ressonância, experimento o Amor Infinito que o Absoluto sente por nós, por que não?, suas criaturas.
Desejo profundamente que as pessoas que assistirem ao filme não saiam do cinema da mesma forma que entraram. Esse não é só um filme de entretenimento.

Postar um comentário


Videos editados I


Ninguém está autorizado a editar meus vídeos e fazer montagens, cortes, adições ou qualquer outra manipulação com as imagens das palestras.

Somente com autorização por escrito alguém pode usar minhas imagens.

Isso já foi dito na palestra passada e já postei sobre isso.

Quem está fazendo isso está prejudicando o trabalho.

Existe uma estratégia de divulgação feita por mim e que está sendo seguida à risca.

Todos os vídeos editados por outras pessoas devem ser tirados de qualquer mídia em que estiverem.

Postagens populares

Marcadores