segunda-feira, 25 de junho de 2012

Placebo



Placebo


Primeiro, algumas considerações.


O Universo está estruturado a partir de um infinito campo de energia. (Campo no conceito de Física). Este campo ainda não foi detectado pelos físicos terrestres. Este campo, que antigamente se chamava de Éter, permeia todas as dimensões. É subjacente ao Continuum Espaço/Tempo (nosso universo físico) e a todas as outras dimensões. Repito: ele ainda não foi identificado pelos físicos. Em ciência é possível chegar às causas estudando-se os efeitos. Pelos resultados infere-se a causa.


Este campo primordial está presente em tudo que existe. Dependendo da natureza da coisa está mais ou menos presente. Por exemplo: matéria inorgânica, matéria orgânica, plantas, animais, humanos, etc.


Tudo que é energia também é informação. Vide Steven Weinberg.


Da mesma forma que existe um espectro eletromagnético também existe um espectro deste campo primordial.


Toda transferência de informação usa este campo primordial. Repito: ele está presente em tudo. Até no cd.


Existem várias faixas de freqüências dentro do espectro do campo primordial: pensamentos, emoções, amor, etc.


Nossa consciência fora do lado físico da realidade, fora do Continuum Espaço/Tempo, é composta da energia do campo primordial. Isto é, do lado espiritual a energia que existe é a do campo primordial. Quando estamos fora do corpo (projeciologia) estamos fora de fase com o corpo físico e em fase com o campo primordial. 


Nenhuma informação se perde no campo primordial. Passado, presente e futuro são a mesma coisa. Tudo que existe é informação e está gravado para sempre no campo primordial. 


Só existe recepção da informação quando a pessoa destinatária esta em fase com a informação remetida. É por isso que demora às vezes para a pessoa deixar a informação “entrar”. Lembra-se que quando a informação chega ao cérebro e entra pelos microtúbulos, muitas vezes o ego da pessoa emite uma energia contrária que atrasa a absorção da informação? É preciso que haja ressonância para que a informação entre. Algumas pessoas precisam de meses porque só entram em ressonância pouco a pouco com a informação transmitida. De que adianta pedir uma informação se a pessoa não está disposta a utilizá-la? Desta forma a pessoa não permite a ressonância de si mesma com a informação. Por exemplo: se você pedir um general vai deixá-lo entrar e atuar na sua vida?


A informação entra na forma simbólica. Como as marcas comerciais, que transmitem todo um significado mental, emocional, comercial, etc. São símbolos arquetípicos. Essa informação atua no corpo físico e nos corpos espirituais.


Esta informação atua no corpo físico de uma maneira que é considerada milagrosa, como se fosse um placebo. Placebo é quando a pessoa toma uma pílula de farinha pensando que é um medicamento e faz o mesmo efeito. Ninguém ainda pensou que a pílula de farinha tem a mesma informação do medicamento! Falta muito para as pessoas entenderem o que é Mecânica Quântica! A ciência ainda não entendeu isso porque está apenas preocupada com o Continuum Espaço/Tempo. Quando começarem a estudar as outras dimensões o avanço será espetacular.



Vale a pena recordar uma postagem de um tempo atrás:


Transferência de Consciência


Considerando:


A integração entre ciência e espiritualidade feita por Francisco Di Biase e Mário Sérgio F. da Rocha, feita em “Ciência, Espiritualidade e Cura”.


Que o fisico, John Archibald Wheeler, criou a expressão: “It from bit”, para descrever como é o universo, composto por bits de informação e não por matéria e energia (Dean Radin, “Mentes Interligadas”).


Que a coerência quântica emerge nos microtúbulos neurais (Hameroff e Penrose).


Que Jantsch descreveu a holoarquia auto-organizadora.


Que Chalmers afirmou que a informação é uma propriedade fundamental.


Que Leon Brillouin demonstrou a equivalência entre informação e neguentropia.


Que Atlan desenvolveu a Teoria Auto-organizadora.


Que Ylia Prigogine, Nobel, desenvolveu a Teoria das Estruturas Dissipativas, que geram ordem através do caos.


Que Seager desenvolveu a correlação semanticamente significativa.


Que a Lei de Conservação de informação é tão fundamental como a lei da conservação da energia.


Que Stonier sustenta que a informação é o principio organizacional cósmico.


Que Grof disse que “a consciência é um fato primordial da existência e dela emerge tudo que existe” (Capra).


Que David Bohn desenvolveu a teoria do holomovimento.


Que De Broglie “propôs um novo tipo de campo, cuja atividade é dependente do conteúdo da informação” (Di Biase).


Que o potencial quântico de Bohn conduz “informação ativa” e não decai com a distância.


Que a não-localidade permite uma velocidade maior que a da luz.


Que Alain Aspect provou a não-localidade.


Que a descrição de Laszlo em “Ciência e o campo akashico”.


Que Pribram descreveu a teoria holonômica de funcionamento cerebral e sua “equação de onda neural”.


Que Sheldrake desenvolveu a teoria dos campos morfogenéticos e ressonância mórfica.


Que Froehlisch escreveu “Long-range coherence and energy storage in biological systems”.


O que descreve a Teoria do Caos.


A teoria do campo unificado de Gurwitsch.


O descrito em “Electromagnetic Fields and Life”, A. Presman.


O modelo fractal.


Os experimentos de Fritz Albert Popp com biofótons e DNA.


As pesquisas de Georges Lakowsky.


Os experimentos de entrelaçamento entre sujeito/sujeito descritos por Erwin Laszlo em “La ciência y El campo akásico”.


As experiências de Jacques Benveniste.


As experiências de visão remota de Hal Puthoff e Russell Targ.


As experiências de Cleve Backster.


Etc.


Minhas experiências com transferência de informação entre humanos e humanos, animais e humanos, vegetais e humanos, arquétipos e humanos, cursos/livros/etc. e humanos, sujeito/sujeito em dimensões diferentes, sujeito/sujeito em tempos diferentes, personagens literários/cinema/etc. e humanos, etc.


Outras experiências feitas por mim e que revelarei no devido tempo.


Permitiram que eu chegasse à conclusão de que as infinitas possibilidades são a mais pura verdade.


Em todos os locais que atendo existem centenas de depoimentos todos os meses sobre os mais variados resultados da RH.


Por exemplo:


Um gerente que libera o cheque especial do cliente.


A prefeitura que paga o precatório um mês depois de começar a RH.


O cliente que arruma emprego no dia seguinte à da primeira entrevista.


O cliente que tem um BMW na garagem dois dias depois da primeira entrevista.


O executivo que salta de 160 para mais de 1000 funcionários sob seu comando.


O jogador de futebol que joga em um mês o que nunca jogou na vida e vai na tv nos programas esportivos.


A cantora que em alguns meses está cantando no palco principal de uma das mais importantes casas de shows.


O cliente que vende os imóveis invendáveis.


O sofrimento com relacionamentos perdidos que para em questão de dias.


Os clientes que passam no Exame da Ordem, nos Concursos e Vestibulares.


Os clientes que passam no Conservatório Musical.


A recuperação de drogados e alcoólatras.


O cliente que abre uma empresa e consegue contratos sem parar.


O empresário que passa a ter sua empresa no nível mais alto de cotação nos bancos.


O dono da gráfica cuja máquina não funcionava (de 700 mil reais) e que após uma entrevista passa a funcionar.


Etc. 


São milhares de resultados destes tipos.


Sempre disse que a gravação do cd não é feita nesta dimensão.


Portanto, na física clássica não encontrarão a resposta para o funcionamento da RH.


Nos meus livros existe uma bibliografia que deveria ser estudada por quem quer entender como as coisas funcionam. No próximo livro tudo isso será explicado detalhadamente e assuntos inéditos que nunca foram descritos na literatura científica.


Para se chegar ao ponto de fazer o que a RH faz foram necessários milênios de estudos e prática. 


Quem tem olhos veja!


Nenhum comentário:

Postar um comentário


Videos editados I


Ninguém está autorizado a editar meus vídeos e fazer montagens, cortes, adições ou qualquer outra manipulação com as imagens das palestras.

Somente com autorização por escrito alguém pode usar minhas imagens.

Isso já foi dito na palestra passada e já postei sobre isso.

Quem está fazendo isso está prejudicando o trabalho.

Existe uma estratégia de divulgação feita por mim e que está sendo seguida à risca.

Todos os vídeos editados por outras pessoas devem ser tirados de qualquer mídia em que estiverem.

Postagens populares

Marcadores