segunda-feira, 21 de maio de 2012

Quem tem olhos


Quem tem olhos

Nos blogs tenho explicado como se ter sucesso em todas as atividades humanas. Complementando o que já foi dito em mais de 50 palestras só em Santo André.  Quem souber ver nas entrelinhas entenderá o que estou dizendo. O paradigma terrestre está muito longe da realidade última do universo. Será que as pessoas conseguem perceber o que não posso falar abertamente? Será que elas analisam o que tenho dito e tiram as conclusões corretas?
Hoje temos uma questão importantíssima a tratar. Ou se faz um trabalho para o lado espiritual ou se faz negócio terrestre. Não dá para fazer as duas coisas. Acender uma vela para Deus e outra para... Ou é ou não é. Shakespeare já disse isso com todas as letras.
E tudo continua como dantes...
Quando se decidiu fazer um trabalho para o lado espiritual é preciso pagar o preço. Não existe almoço grátis. É preciso optar. Não se pode pensar em dinheiro e lucro como prioridade na vida; quando se escolheu trabalhar para o Reino. Isso tem de ficar muito claro. Senão, os enganos são terríveis. Trabalhar para o Reino não dá lucro, não dá reconhecimento público, não dá aplausos, etc. Isso é normal. Esse mundo é assim. E temos de trabalhar dia e noite, sem descanso, sem férias, sem chinelo na praia, sem SPA, sem balada, sem reclamar, etc. Alegres porque estamos trabalhando para o Reino. Isso é mais que suficiente. Nada é mais prazeroso do que trabalhar para Ele. Nada é mais recompensador. Mas, é preciso ter chegado num nível de consciência X para poder sentir isso.
Já sei que falando assim ninguém quererá saber do lado espiritual. Já me disseram isso.
A questão está nas conseqüências das escolhas. Existe livre-arbítrio. Só que precisa ser consciente. Pode-se fazer qualquer coisa, mas isso tem de ser consciente. Se a pessoa quer escolher as benesses da vida terrestre é preciso que faça isso conscientemente. Claramente. Explicitamente. Não posso escolher o que dá mais lucro e achar que estou trabalhando para o lado espiritual.
Ou nos juntamos à Rosa Parks ou somos coniventes com a segregação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário


Videos editados I


Ninguém está autorizado a editar meus vídeos e fazer montagens, cortes, adições ou qualquer outra manipulação com as imagens das palestras.

Somente com autorização por escrito alguém pode usar minhas imagens.

Isso já foi dito na palestra passada e já postei sobre isso.

Quem está fazendo isso está prejudicando o trabalho.

Existe uma estratégia de divulgação feita por mim e que está sendo seguida à risca.

Todos os vídeos editados por outras pessoas devem ser tirados de qualquer mídia em que estiverem.

Postagens populares

Marcadores