sexta-feira, 20 de abril de 2012

Opérculo

OPÉRCULO

Desde que tu deixaste teu reino de amor ser violentamente invadido e tomado pelos brutos, a vida ficou mais triste por aqui, mulher...

Eles calaram tua voz melodiosa e com ela as canções de alegria e esperança que ouvíamos ao redor das fogueiras e dos fogões. Com o passar do tempo, as estórias de heroínas e finais felizes foram abafadas a todo custo, para que tu te esquecesses da estrela linda que és.

Não satisfeitos em te calar no pico da tua altivez, te silenciaram no profundo vale da vida que carregas no ventre. Da flor pura e perfumada que eras, despetalou-se quase inteira e os restos, parcamente costurados com espinhos infectos, te fizeram parecer mais como uma fétida boneca de trapo. Remendada e disfuncional.

Maneira sórdida de constranger a vida que em ti borbulha... De uma só vez, roubam o teu prazer, o direito à maternidade, à saúde e ao bem-estar. 

Quando sobrevives, carregas por toda a vida a dor e o sofrimento ocultos debaixo das longas vestes. Só os teus olhos à mostra são capazes de revelar a prisão em que habitas e o completo desespero de uma vida silenciosa e dominada pelas regras.

Julgas que o que passas é o certo, mas lá no fundo de ti sabes que não deveria ser assim. Como observadora da natureza à tua volta percebes que até os animais podem gozar de liberdade, podem fugir, podem rebelar-se, podem morder e pular na garganta do algoz. Mas a ti, parece que esse direito foi negado. A última vez que esperneaste foi inútil. Não conseguiste fugir do destino que conceberam para ti.

Não sofras mais. Os brutos enxergarão através do teu véu toda a barbárie que cometem em nome do poder. Chegou a hora de voltar a ter esperança, mulher... De pousar teus olhos numa nova realidade que surge hoje, estarrecedora diante de ti... A Verdade e a Liberdade do Lírio. Sou suspeito para dizer, mas não poderiam ter feito melhor escolha...

Oscar Wilde
Canalizada em 27/03/2012

Um comentário:

Blog Advaita Não-Dualidade disse...

Quando observamos tal realidade ficamos indignados. Vemos claramente a condenação das crenças moralistas e machistas. E pior ainda, as próprias mulheres nestas condições, aceitam tais crenças, como sendo a Vontade de Deus.

Postar um comentário


Videos editados I


Ninguém está autorizado a editar meus vídeos e fazer montagens, cortes, adições ou qualquer outra manipulação com as imagens das palestras.

Somente com autorização por escrito alguém pode usar minhas imagens.

Isso já foi dito na palestra passada e já postei sobre isso.

Quem está fazendo isso está prejudicando o trabalho.

Existe uma estratégia de divulgação feita por mim e que está sendo seguida à risca.

Todos os vídeos editados por outras pessoas devem ser tirados de qualquer mídia em que estiverem.

Postagens populares

Marcadores