quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012

Discussão no mercado

Discussão no Mercado

Imagine a seguinte cena:

Uma mulher com a filha de uns 10 anos, estão fazendo compras. Inicia-se uma discussão com um homem, que começa a xingar a mulher com todas (todas) as expressões de baixo calão em termos sexuais. A mulher tenta argumentar. Ele continua xingando em altos brados. A filha pede para a mãe esquecer aquilo. Ele continua xingando.
Junto dele a namorada continua namorando-o, enquanto ele continua xingando!

Que coisa interessante! Por que será que os xingamentos são sempre com temas sexuais? Isso demonstra o que a pessoa pensa sobre o sexo. Que é uma coisa suja. Que é a pior coisa que existe. Que a pior coisa que pode acontecer é ter uma atividade sexual. Isso demonstra o nível em que esta humanidade está.
Só pode ser.
Nunca ouvi coisas assim:

Que você perca o apetite!
Que não consiga mais ler!
Que perca o olfato!
Que perca o tato!
Que perca a visão!
Que não consiga mais comer feijoada!
Que não consiga mais tomar caipirinha!
Que não consiga mais viajar para o exterior!
Que não consiga comprar um carro importado!
Etc.

O mais impressionante é a namorada continuar namorando, enquanto ele xingava a senhora com os piores palavrões e expressões. Será que ela não enxerga quem está do lado dela? Será que não enxerga que hoje é a senhora e amanhã é ela? Será que o medo de ficar sozinha é tão grande que engole uma coisa assim? Será que a auto-estima dela é tão baixa que desce nesse nível?

2 comentários:

Anônimo disse...

Se pensarmos que, os semelhantes se atraem, pode ser que em alguns momentos ela também trate as pessoas com esta falta de respeito? O que pode acontecer é que um dos dois perceba que precisa mudar, busque isso, entenda o eletromagnetismo e talvez um dia até se tornem clientes do Hélio para a cura e transformação.
Boa sorte aos envolvidos.Alma.

JG disse...

Esse comentário me trouxe a reflexão da questão do prazer e a da autosabotagem da vivencição desse prazer, através da não aceitação ou agir de uma forma preconceituosa, mediante o sentimento desse prazer. Acredito que sexo ou que dele origina, através dos orgãos físicos, sentimentos ou interpretações relacionadas, são determinantes se no processo da nossa infância/adolescência vivenciamos certas situações ou consequências que "formaram" o conceito dessa tal confusão/distorção. Também é preciso reencontrar esses momentos de nossas vidas e assim nos permitir ressignificar, reciclar o que antes havíamos dado como verdade.... Valeu pela mensagem...

Postar um comentário


Videos editados I


Ninguém está autorizado a editar meus vídeos e fazer montagens, cortes, adições ou qualquer outra manipulação com as imagens das palestras.

Somente com autorização por escrito alguém pode usar minhas imagens.

Isso já foi dito na palestra passada e já postei sobre isso.

Quem está fazendo isso está prejudicando o trabalho.

Existe uma estratégia de divulgação feita por mim e que está sendo seguida à risca.

Todos os vídeos editados por outras pessoas devem ser tirados de qualquer mídia em que estiverem.

Postagens populares

Marcadores