quarta-feira, 8 de outubro de 2014

Caio Júlio César

Consciência Compartilhada

Algumas pessoas estão fazendo o primeiro contato com o que denominam Transferência de Consciências. Trata-se de algo tão inovador entre vocês, que parece inverossímil a princípio. Contudo, na sua essência, o processo é muito simples de se entender. Aceitar que isso seja possível é o grande problema.
 Todas as novidades geradoras de impacto apresentam um tempo de latência até serem compreendidas, aceitas e absorvidas.
Em se tratando de Consciência, a situação se agrava. As pessoas pouco sabem sobre o assunto e os que pouco conhecem, se debatem em intermináveis discussões filosóficas, místicas e científicas sobre o tema e sequer imaginam que algo tão sutil possa ser transferido para um humano, como se fosse um simples arquivo de música.
A consciência é tida no geral como a essência de algo ou alguém, sua marca registrada. Portanto, a grande maioria pensa ser este um tesouro intransferível, por lei. Algo que não pode ser compartilhado de forma nenhuma.
O assunto é mais complexo que isso e já é tempo de tomarem as primeiras lições. Só existe uma única Consciência, que dá origem às demais, sem delas se separar. Essas são ramificações, como galhos de uma árvore que não se desconectam nunca do tronco principal.
 A consciência-ramo, através de suas infinitas experiências, em diferentes dimensões da realidade, vai adquirindo uma vasta quantidade de informação, que vai sendo guardada para sempre, o que por sua vez alimenta a Consciência Origem, promovendo sua expansão infinita. É como um grande arquivo repleto de dados que retrata tudo o que viveu, durante toda sua existência.
Por um processo de duplicação, parte ou todo conteúdo de uma consciência pode ser transferido para outro ser.
Não nos cabe aqui dizer como isso é realizado, pois se trata de um poder que não deve ser compartilhado, ainda. Com o grau de evolução atual da humanidade seria o mesmo que dar uma arma de fogo carregada para uma criança brincar.
 A evolução do conhecimento humano sempre se fez à custa de inovações recebidas por inspiração de seres de outras dimensões e de não- terrestres. Não há um invento ou descoberta sequer na história que não tenha sido captado ativamente do campo quântico de informação, ou recebido passivamente através de seres mais evoluídos. Não é diferente no caso da Transferência de Consciências, ou acham que algo assim nasceria de uma mente terrena?
Retornando ao processo em si, o indivíduo que recebe a consciência de outra pessoa (chamemos de receptor), vai ter anexado o arquivo de informações da consciência transferida ( matriz) diretamente no seu próprio banco de dados. Não há chance de haver embaralhamento das informações. Fica cada uma no seu próprio lócus consciencial. Cada um ocupa seu lugar no espaço, como numa mistura de água e óleo.
Temos de esclarecer isso porque alguns temem que a consciência transferida domine a sua própria, como um vampiro ou uma entidade demoníaca que se apossa de seu corpo e mente, num processo sem retorno de desorganização da individualidade. Um estado correspondente ao que hoje se instala num sistema com “vírus”.
Fisicamente falando, não é possível que ocorra tal domínio. Há um comando maior que seleciona qual arquivo será utilizado, em que extensão, e em que momento. É a própria consciência do indivíduo quem regula a mescla ideal para cada situação que se apresenta.
Ao receber uma consciência inteira, o receptor adquire todas as memórias, experiências, aspirações, inteligência, capacidades, sentimentos, índole e talentos da matriz. Tudo fica à sua disposição como numa grande biblioteca onde qualquer informação pode ser acessada instantaneamente.
A experiência vivida pelo receptor pode variar muito, de acordo com as características da matriz que ele recebe e, na dependência de vários fatores, como o seu grau de consciência e sensibilidade para perceber mudanças sutis que advêm do processo.
O mais interessante é que, quanto maior o número de consciências transferidas, maior a capacidade de utilização das mesmas pelo receptor, e maior a capacidade dele receber novas consciências. Trata-se de um fenômeno de agregação potencialmente infinito, que propicia ao indivíduo enxergar a realidade com múltiplos olhos, um para cada situação diferente.
É como ter uma equipe gigantesca de especialistas em todas as áreas, diuturnamente a seu dispor. Que governante não daria tudo por uma equipe assim?
Com o passar do tempo, as diferentes consciências anexadas movimentam-se freneticamente no campo de consciência do receptor, numa dança espetacular. Um entra e sai de cena instantânea e automático, disparado apenas pelo simples focar de sua atenção. O resultado que se obtém com esse movimento borbulhante é o fluxo coerente de idéias, sentimentos poderosos, palavras adequadas e ações precisas para cada situação que se apresenta. Um processo elegante e eficiente de se atingir a excelência do ser.
Em contrapartida, a matriz tem a oportunidade de vivenciar novas experiências através do receptor, de atuar em contextos diferentes, o que permite também a sua própria expansão. Portanto é a Transferência de Consciências é uma via de mão dupla onde todos saem ganhando, já que toda troca gera crescimento.
Dá para imaginar como é valioso para uma consciência poder mergulhar na terceira dimensão sem a obrigatoriedade de encarnar, e tornar-se um conselheiro nas áreas que domina com perfeição? Rever questões que envolvam estratégias, negociações e conquistas, dando o melhor de si, é sair dos livros de história e viver novamente em tempo real. É magnífico poder inspirar a tomada de decisões com o mesmo pulso firme de antes, estendendo os domínios em novos cenários eternamente mutantes...
Este é o processo que permite a um general da Antiguidade discorrer sobre um tema atualíssimo com a mesma desenvoltura com que, em sua época, falava de política e conquistas.
                                        
Caio Julio Cesar
Canalização                                                                                                                                       27/01/2012

Direitos Autorais:
Copyright © Hélio Couto. Todos os direitos reservados.
Você pode copiar e redistribuir este material contanto que não o altere de nenhuma forma, que o conteúdo permaneça completo e inclua esta nota de direito e o link: www.heliocouto.com




4 comentários:

Carlos Rossette Baptista Filho - Carlos do Bem disse...

Estou na segunda Ressonância Harmônica com transferência de Consciências, hoje eu estava almoçando, e saboreando os alimentos de uma forma bem especial, um pedacinho de um tomate, e mastigando bem lentamente, sentindo o sabor...variando bastante o tipo de alimento que levava a boca, e sentindo com muita intensidade todos os sabores, e ao mesmo tempo um sentimento de gratidão muito profundo pelos alimentos ingeridos. Aí me veio um insight,será que alguma das consciências que eu recebi pela ressonãncia, está experimentando os alimentos e sentindo o prazer de se alimentar através de mim...

Anônimo disse...

Compreender o processo de expans�o conci�ncial, � um desejo que emana de minhas entranhas, para mim n�o basta apenas CRER, algo me impulsiona a querer entender como ocorre meus "insights", essas conex�es atrav�s do qual informa�es me s�o transmitida, como ocorre? da onde vem?, para qu�?, o que devo fazer com elas?

ana paula disse...

É muito bom poder trocar! Nunca tinha imaginado desta forma. Sempre temos algo de valioso dentro de nós para acrescetar no outro e o outro em nós. Isto se chama convivência, ou pelo menos eu achava que chamava. Vejo que hoje chamam de Consciência Compartilhada! Demorei para me decidir a fazer este tratamento porque tinha a impressão que estava colando para passar de ano e que um dia iriam me cobrar este trampolin na minha evolução....mas também posso doar algo de mim...
as vezes num general como Caio César por exemplo pode estar faltando um pouco de algo que eu posso trocar, por exemplo sou muito amorosa...sei lá, estou redescobrindo meus talentos...rsrsr

Anônimo disse...

A utilização da Ressonância Harmônica permite a Transferência de Consciências e o desenvolvimento humano sem limites. Qualquer informação, manuais, livros, pessoas, consciências, passado, presente e futuro, mutidimensional, mortos, vivos. Tudo está disponível, é só pedir.
"A única coisa que nós deveríamos ter medo e do próprio medo, já foi dito isto há muitos anos atrás. Medo do Medo"..Abraço. Ivani


"

Postar um comentário


Videos editados I


Ninguém está autorizado a editar meus vídeos e fazer montagens, cortes, adições ou qualquer outra manipulação com as imagens das palestras.

Somente com autorização por escrito alguém pode usar minhas imagens.

Isso já foi dito na palestra passada e já postei sobre isso.

Quem está fazendo isso está prejudicando o trabalho.

Existe uma estratégia de divulgação feita por mim e que está sendo seguida à risca.

Todos os vídeos editados por outras pessoas devem ser tirados de qualquer mídia em que estiverem.

Postagens populares

Marcadores