sábado, 31 de dezembro de 2011

2012


2012

Temos bilhões de formigas procurando desesperadamente a entrada de um formigueiro que não existe mais. Elas vagueiam por todos os lados, freneticamente, na esperança de encontrarem a entrada ou uma saída para a situação em que estão.
Não conseguem encontrá-la porque continuam acreditando que o formigueiro ainda existe. Caso elas analisassem e expandissem sua visão veriam que ele não existe mais.
Isso significa que todos os métodos antigos (os ainda em uso) não servem mais para nada. Não conseguem mais os resultados que conseguiam.
Essa é a situação da humanidade hoje no final de 2011.
As pessoas pensam que a transformação acontecerá em 2012!
Elas não percebem que a transformação já ocorreu e esta cada vez mais em andamento e progresso. Que não há volta ao mundo antigo. O formigueiro desapareceu. Literalmente ele está em outra dimensão.
Agora é preciso mudar, adaptar-se, evoluir, crescer, progredir.
Soltar as crenças antigas, saltar no desconhecido, soltar o ego.
O ano de 2012 será um marco no sentido de que nele ficará claro que não há mais volta. A freqüência do ano de 2011 será multiplicada N vezes tornando-se 2012. Tudo será acelerado, tudo será mexido, nada ficará intacto, não ficará pedra sobre pedra. Tudo isso é metafórico, mas absolutamente real e concreto.
Como todas as pessoas colapsam a função de onda de si mesmos, elas viverão exatamente o que querem em todo o seu ser. Guerras, desastres, cataclismos, falências, divórcios, perdas, doenças, etc.
Como também alegrias imensas, prazeres celestiais, crescimento infinito e exponencial, amor sem limite, amor incondicional em todo o seu sentido, realização pessoal sem limites, enfim um estado simplesmente celestial.
Essa é a escolha que todos fazem e devem fazer conscientemente ou não. Não importa, a escolha é feita. Quer acredite ou não.
Todos serão desafiados em seus paradigmas restritos, à que o expandam. E isso acontecerá logo no primeiro trimestre.
Nesse sentido veremos mais uma vez o joio separar-se do trigo.
Uns ficarão revoltados e outros encantados. É assim mesmo. É o estado de evolução em que estão.
O salto será exponencial e isso para dizer pouco.
Isso deixará muita gente fora da zona de conforto. E vocês sabem que o ser humano adora a zona de conforto. Porisso, todos os grandes avatares são eliminados. Porque eles forçam as pessoas a saírem de sua zona de conforto. E muitos não suportam isso.
Por exemplo.
A situação econômico financeira mundial. Está absolutamente claro que o paradigma antigo gerou isso.  E vem sendo assim por milênios, já que a humanidade não quer trocar de paradigma. Então as crises são cada vez maiores, pois a humanidade cresce em número, econômica e integra-se cada vez mais.  Chegando ao ponto em que estamos com tudo e todos interligados eletrônicamente. Portanto, era inevitável que a Grande Crise chegasse um dia. Será uma mera coincidência que ela acontece justamente no ano de 2012?
A crise de 29 levou 25 anos até as cotações voltarem ao nível de 29. E isso só foi possível por causa da Segunda Guerra Mundial. Quando os líderes compreenderam o que alguns economistas explicavam; que só se sairia daquela situação com uma guerra mundial. Depois que entenderam isso a guerra começou em menos de um ano. Esse é o pensamento do antigo paradigma. É preciso uma guerra para prover crescimento. Esse tipo de pensamento continua até hoje.
Acontece que hoje a situação é outra e está muito complicado fazer uma guerra mundial. Contra quem? Todos estão do mesmo lado! Só sobrou a questão teológica. O tal Conflito das Civilizações. Ele está sendo estimulado para se criar outra situação catastrófica. Esse é o pensamento dominante.
Procuram a entrada do formigueiro através da guerra.
O endividamento em que a maioria está envolvida é de tal ordem que não há mais saída fácil. Fabricar dinheiro é uma adicção. Igual ao do viciado em drogas. Mais uma dose! Só uma! Mais dinheiro fabricado pelos Bancos Centrais! Tudo ficará bem! Só mais uma dose!
Tira-se de um banco para pagar outro e depois de outro para pagar este e ad infinitum. Se fosse possível. Quando não se tem de mais onde emprestar, fabrica-se. O resultado é claro. Inflação. Hiper-inflação, empobrecimento, miséria, crimes, revoluções, golpes de estado, guerras. Bingo!
Quando as pessoas que pensam analisam o que acontece na Eurolandia, ficam perplexas. Por que os governos e políticos não fazem algo? Reuniões infinitas, acordos que não valem nada no dia seguinte, etc. Será que não compreendem a gravidade da situação?
Procuram a entrada do formigueiro. Com os métodos antigos (atuais).
Por que demoram tanto para atuar? Resposta: Zona de Conforto.
Sair da zona de conforto implica em estudar, pensar, analisar, mudar, soltar, lutar, crescer, evoluir... Isso na mente deles é desconfortável. Melhor deixar-se levar... As coisas ser arrumam por si sós...
Só que nós sabemos o que acontece quando qualquer pessoa se endivida até o ponto da insolvência. A dívida não desaparece. Ela cresce em juros. Para paga-la ter-se-á que trabalhar dia e noite, durante anos, sem comprar nada e comendo batatas no almoço e no jantar. Exagero? Conheço pessoas nesta situação. Agora, e se tivermos um país inteiro assim? Um país com mais de 20% de desempregados. E isso é o índice oficial, porque depois de um ano desaparecem da estatística, pois não recebem mais o seguro desemprego. E se ninguém na família está mais recebendo o seguro e todos estão desempregados?
E se o país todo embarcou no “trem da alegria” da “bolha” imobiliária? E dos automóveis? E se os comprovantes de renda eram falsificados para obter o crédito para comprar os apartamentos e automóveis? E se um era avalista do outro, sendo que nenhum dos dois tinha como comprar o imóvel?
E se os bancos emprestavam sem analisar; já que os gerentes tinham metas a cumprir? Como também as construtoras e concessionárias de automóveis?
Não é verdade que o que importa é o balanço trimestral?
Cumprir as metas custe o que custar?
Tudo perfeitamente dentro do paradigma atual.
E neste “triste mundo antigo” o ex-presidente do FED era considerado “O Oráculo”!
E se um continente inteiro está como esse país ou pior?
E se o país líder está pior do que isso?
E se o planeta todo está assim?
Alguns dirão que não é assim. Estes não percebem que é porque a “bolha” ainda está em expansão nestes locais. Mas, é uma “bolha”.
Esta é uma pequena análise da situação. Quem quiser os detalhes pode entrar nos links do meu site.
O mundo atual não tem mais como permanecer assim.
A mudança é irreversível. Levará tempo. Só que o “parafuso será apertado sem parar o tempo todo”.
A elevação da freqüência está fazendo isso. Pode perceber na sua vida o que está acontecendo. Faça um retrospecto dos últimos 5 anos e veja como ela está mudando. Como o entorno está ficando difícil ou fácil. Dependendo da atitude da pessoa.
A solução para tudo isso é simples, mas não é fácil.
Elevar a sua freqüência!
Como se faz isso?
Colocando o amor em primeiro lugar na sua vida.
O Amor Incondicional do Todo.

Direitos Autorais:
Copyright © Hélio Couto. Todos os direitos reservados.
Você pode copiar e redistribuir este material contanto que não o altere de nenhuma forma, que o conteúdo permaneça completo e inclua esta nota de direito e o link: www.heliocouto.com


2 comentários:

Anônimo disse...

A entrega, render-se ao Divino.. Acreditar no Todo..solução simples, mas é um processo consciente de ser..Abraço. Ivani

Anônimo disse...

Quem acompanha esse blog, já conhece O Poder da Ressonância Harmonica e As Chaves de Nefertiti. E sabe abaixo de tudo o que foi descrito acima existe um plano de renovação e renascimetno.
As ferramentas mencionadas nos orientam para isso, Unificação, elevação da frequência, amar incondicionalmente, não não é fácil, somos humanos, mas a cada passo, cada firme decisão, se tornam visíveis os resultados. É muito pessoal, mas reflete no todo a cada dia.
Por isso Fé, Trabalho, Força,Esperança,
Alegria, Amor e FELIZ 2012. Alma

Postar um comentário


Videos editados I


Ninguém está autorizado a editar meus vídeos e fazer montagens, cortes, adições ou qualquer outra manipulação com as imagens das palestras.

Somente com autorização por escrito alguém pode usar minhas imagens.

Isso já foi dito na palestra passada e já postei sobre isso.

Quem está fazendo isso está prejudicando o trabalho.

Existe uma estratégia de divulgação feita por mim e que está sendo seguida à risca.

Todos os vídeos editados por outras pessoas devem ser tirados de qualquer mídia em que estiverem.

Postagens populares

Marcadores